Fla x Flu abre alas para Oscar

Flamengo e Fluminense vão entrar em quadra neste sábado, às 17 horas, no Maracanãzinho, no Rio (com transmissão da ESPN Brasil) e ninguém vai ligar a mínima, pelo menos a princípio, para o resultado da partida. O que está em jogo, nesse confronto, é um recorde mundial. O ?mão santa? Oscar Schmidt só precisa fazer três pontos, quem sabe em uma única cesta, da linha dos três, para bater o recorde de 46.725 pontos do lendário pivô Kareem Abdul-Jabbar, que jogou 20 anos na NBA.O Fla-Flu e o Maracanãzinho são o cenário, o público das arquibancadas e os espectadores estarão de olho na estrela principal, o cestinha, Oscar, que entra em quadra com 46.723 pontos em uma carreira de 25 anos e 1.520 jogos.Flamengo, Fluminense e Federação Estadual de Basquete do Rio combinaram, em reunião, na quinta-feira, que a partida será interrompida para as homenagens ao jogador, assim que Oscar fizer os três pontos.Oscar, de 44 anos, não fala em ansiedade pelo jogo deste sábado e o feito, mas em emoção, que certamente vai arrancar lágrimas de quem tem fama, justificada, de chorão. "A marca significa muito. Digo isso porque sempre treinei para ser o melhor jogador de basquete do mundo e acredito que ninguém tenha treinado mais do que eu na vida inteira. Portanto, atingir esta marca será um momento de muita alegria. Nunca tive a ambição de quebrar recordes, mas sim de ser um grande jogador. Mas sofri, treinei muito, e graças ao esforço colho os frutos."Avisa que a marca não é só dele e enumera, da mulher, Cristina, aos torcedores, como parceiros no feito. "É bom que fique claro que esta marca não é só minha, mas de todos os brasileiros amantes do esporte. Acho que podem se orgulhar em dizer que um brasileiro é o recordista mundial."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.