John Raoux/AP
John Raoux/AP

Flamengo é arrasado pelo Magic em partida da pré-temporada da NBA

Time rubro-negro perde por 119 a 82 nesta sexta-feira, nos EUA

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 22h34

Depois de quatro anos, o Flamengo voltou aos Estados Unidos para encarar um time da NBA e foi atropelado pelo Orlando Magic nesta sexta-feira. Em confronto amistoso pela pré-temporada da liga norte-americana, a equipe rubro-negra não resistiu à superioridade do adversário e caiu por 37 pontos: 119 a 82.

Em meio à estratégia de expansão da NBA no Brasil, o Flamengo foi convidado pela segunda vez para ir aos EUA, mas acabou atropelado mais uma vez. Se em 2014 perdeu para Phoenix Suns (100 a 88), Memphis Grizzlies (112 a 72) e o próprio Magic (106 a 88), desta vez sofreu com a atuação de gala de Aaron Gordon, grande nome da equipe de Orlando, que terminou com 29 pontos e oito rebotes. Nikola Vucevic ainda marcou 21 pontos.

O Flamengo mostrou algumas de suas novas peças para o próximo NBB, como o técnico Gustavo de Conti, o Gustavinho, campeão da última edição pelo Paulistano, o armador Franco Balbi, o ala/armador Deryk, entre outros. Contratado apenas para esta partida, Leandrinho também esteve em quadra, mas terminou com apenas oito pontos e quatro rebotes.

O grande destaque, então, ficou por um dos mais longevos do elenco. O ala Marquinhos marcou 19 pontos, pegou seis rebotes, e foi o cestinha da equipe. Outro veterano que brilhou foi o ala/pivô Anderson Varejão, autor de um "double-double", com 14 pontos e 12 rebotes.

Quem acompanhou o início do confronto chegou a sonhar com um duelo equilibrado. Embalado pela boa defesa de Anderson Varejão e pelo desempenho inspirado de Marquinhos no ataque, o Flamengo levou boa parte do primeiro quarto com o placar apertado, a no máximo três pontos do adversário.

A partir da segunda metade do período, porém, o Magic impôs sua maior qualidade e seu jogo físico. O time da casa aproveitou a entrada dos reservas do Flamengo para disparar no placar. Sem Marquinhos, os cariocas não conseguiram pontuar e foram para o segundo quarto já 15 pontos atrás: 31 a 16.

Daí em diante, o que se viu foi uma exibição do Magic. Gustavinho colocou Marquinhos novamente em quadra e o Flamengo voltou a pontuar, mas o clima da partida já era outro. Com a rotação do elenco carioca, os donos da casa seguiram abrindo vantagem, que chegou a 28 pontos no intervalo: 72 a 44.

Com o triunfo definido, o Magic aproveitou o segundo tempo para dar espetáculo. Uma cravada espetacular de Aaron Gordon e uma linda bandeja de D.J. Augustin levantaram o público. Pelo lado flamenguista, a boas notícia foi o desempenho de Rafael Mineiro, destaque rubro-negro no terceiro quarto. No período final, o espaço foi dado para os reservas mostrarem serviço, mas o atropelamento já estava selado.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.