Staff Images/Flamengo
Staff Images/Flamengo

Flamengo e Corinthians se encontram pela primeira vez no NBB

Clubes de maior torcida no futebol brasileiro fazem clássico nas quadras neste sábado na Arena Carioca 1

Marcius Azevedo, O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2018 | 05h00

As equipes de maior torcida no futebol vão se encontrar pela primeira vez na história do NBB (Novo Basquete Brasil). Flamengo e Corinthians se enfrentam neste sábado, às 14h, na Arena Carioca 1, com transmissão da Band. O Rubro-Negro está no campeonato desde o início, em 2008, e já faturou cinco taças. O Alvinegro debuta após conquistar o título da Liga Ouro em 2017.

Flamengo e Corinthians contam juntos com 67,7 milhões de torcedores, segundo o Datafolha, em pesquisa divulgada em abril deste ano. São 35,7 milhões de flamenguistas contra 29,2 milhões de corintianos.

"Esse clássico entre Flamengo e Corinthians é super importante para o campeonato, porque chama a atenção para o público que está acostumado a ver no campo a disputa. Dessa vez passa para as quadras e estamos todos ansiosos. É o tipo de jogo que os jogadores gostam, por se tratar de um clássico e um jogo de grande apelo, que provavelmente o torcedor irá comparecer mais do que o normal. Nós estamos muito motivados para esse primeiro clássico entre essas equipes no NBB", afirmou Olivinha, ala-pivô do Flamengo.

A média histórica do Flamengo no NBB é de 1.724 pessoas como mandante. O Corinthians, que fez apenas duas partidas - contra Franca e Brasília - em seu ginásio nesta edição, levou 1.023 pessoas em média. A expectativa é de um grande público para hoje. O ginásio tem capacidade para 5 mil pessoas.

"É um jogo muito importante para o basquete, o encontro entre Flamengo e Corinthians será um marco. São os times de maior camisa no Brasil, com muito peso e milhões de torcedores", afirmou o técnico do Corinthians, Bruno Savignani, que sabe da dificuldade de enfrentar o Flamengo no Rio de Janeiro.

"Nós chegamos muito focados. Vamos seguir o nosso plano, de jogar de igual para igual contra qualquer equipe, independentemente de o Flamengo ser o time que mais investe no Brasil, de ter montado um time para ser campeão. Somos o Corinthians,  estamos representando quase 30 milhões de torcedores e temos uma responsabilidade enorme. Vamos honrar o clássico e fazer com que o basquete ganhe", completou o treinador.

Técnico do Flamengo, Gustavo De Conti, concorda com o adversário em relação à importância do clássico entre os times de grande torcida do futebol para o crescimento do basquete. "É um jogo muito importante para nós porque traz um pouco da rivalidade que tem no futebol entre os dois clubes, mas tentaremos deixar isso de lado", comentou Gustavinho.

"Vamos encarar o Corinthians como uma equipe, que apesar de ser seu primeiro NBB, investiu bastante e levou jogadores de peso, experientes, de seleção brasileira, jogadores que já jogaram na Europa e que já ganharam títulos aqui e fora do país. É uma equipe muito qualificada e vai fazer com que a gente tenha uma atenção redobrada, mas se possível vamos buscar mais uma vitória no NBB", completou.

Armador do Corinthians, Ricardo Fischer, que já defendeu o Flamengo, está ansioso para o confronto. "É um grande clássico que fala por si só. Todo mundo está esperando este jogo", afirmou. "O Corinthians está em uma crescente e o Flamengo, estruturado. É um jogo que será resolvido no detalhe. Terá uma tensão inicial por ser um clássico, mas acredito que será uma grande partida, de duas grandes torcidas."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.