Fiba
Fiba

Flamengo e San Pablo Burgos vão decidir o título do Mundial de Clubes no basquete masculino

Equipe brasileira passa pelo Lakeland Magic, dos Estados Unidos, enquanto os espanhóis derrotaram o Zamalek, do Egito; final será no domingo

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2022 | 17h25

Campeão em 2014, o Flamengo vai brigar pelo bicampeonato mundial neste domingo, às 15h, no Hassan Moustafa Sports Hall, no Cairo (Egito). Nesta sexta-feira, o time do técnico Gustavo de Conti superou o Lakeland Magic, filial do Orlando Magic e atual campeão da G-League (Liga de Desenvolvimento da NBA), por 94 a 71. A final será contra o San Pablo Burgos, da Espanha, do armador Vítor Benite, que passou pelo Zamalek, o time anfitrião, por 78 a 61. O jogo terá transmissão da ESPN3.

O cestinha do Flamengo foi o armador Yago, que terminou o jogo com 18 pontos, além de dar cinco assistências. Mas não foi apenas o desempenho individual do jogador que garantiu o triunfo rubro-negro. A equipe de Gustavinho, que também é o treinador da seleção brasileira, teve uma atuação coletiva quase que perfeita, o que ainda não havia acontecido neste início de ano.

Outros cinco jogadores terminaram com pelo menos 10 pontos. Franco Balbi (17), Lucas Martinez (14), Vitor Faverani (12), JP Batista (12) e Dar Tucker (10). Hassani Gravett e Jeff Dowtin foram os destaques ofensivos do Lakeland Magic, com 16 pontos.

Brandon Robinson não pôde entrar em quadra nesta sexta-feira, mas deve ficar à disposição para domingo. O americano testou positivo para covid-19 na chegada ao Cairo. Ele já fez novo exame, agora negativo, porém, pelo protocolo da Fiba (Federação Internacional de Basquete), são necessários dois resultados negativos em um intervalo de cinco horas, o que não foi possível antes da semifinal.

"Foi um grande jogo, tanto ofensivamente, como defensivamente. Conseguimos parar o time deles, que gosta de correr e fazer bolas rápidas. Tivemos uma vantagem no começo e conseguimos manter durante o jogo, o que comprovou que fomos consistentes", afirmou Yago ao Estadão. "A final é um jogo que será definido nos detalhes. O Burgos é um grande time, tem um grande elenco, com jogadores que sabem decidir. Temos de estudar bastante o time deles e entrar acreditando que podemos vencer e conquistar um título importante para o Flamengo", completou.

Franco Baldi reforçou o discurso de Iago. "Fizemos um grande jogo hoje, conseguimos seguir o plano, executar muito bem o que trabalhamos", afirmou o armador, em vídeo publicado pelo Flamengo nas redes sociais. "É muito importante para nós, decidir mais um título pelo Flamengo. Isso gera uma pressão enorme porque temos uma expectativa alta. Sabemos que podemos ganhar de qualquer um e isso nos deixa à vontade para este jogo."

O San Pablo Burgos também não encontrou muito dificuldade para se garantir na final. O cestinha da equipe foi Jarell Eddie, que terminou com 17 pontos. Titular da equipe, o brasileiro Vítor Benite teve uma atuação apenas discreta, com quatro pontos e três assistências. Ele fechou o jogo sem acertar nenhum dos três arremessos que tentou da linha de três pontos.

Os espanhóis são os atuais campeões. No ano passado, em Buenos Aires, o San Pablo Burgos superou o Quimsa, da Argentina, em sua primeira aparição na decisão da Copa Intercontinental, considerada o Mundial. O Flamengo, além do título em 2014 sobre o Maccabi Tel Aviv, de Israel, foi vice em 2019, ao ser superado pelo AEK, da Grécia, no Rio de Janeiro. 

Tudo o que sabemos sobre:
Flamengofutebolbasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.