Fotojump / LNB
Fotojump / LNB

Flamengo tem de fazer duas vezes o que ninguém conseguiu no NBB para evitar título de Franca

Equipes se enfrentam nesta quinta-feira, no Pedrocão, onde o time paulista venceu todos os jogos no campeonato, no quarto confronto da série da final

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2022 | 05h00

Maior campeão do Novo Basquete Brasil com sete títulos, o Flamengo vive situação incômoda na final contra Franca. Em desvantagem na série (2 a 1), o time do técnico Gustavo de Conti terá de derrubar uma longa invencibilidade do adversário no Pedrocão, sob o risco de vê-lo comemorar pela primeira vez uma conquista no NBB já nesta quinta-feira. O jogo, que começa às 18h15, terá transmissão da TV Cultura, ESPN, Tiktok e Youtube.

Na temporada 2021-2022 do NBB, o time paulista já venceu 20 jogos em casa. Foram 16 na fase de classificação, quando terminou na primeira colocação, e outros quatro nos playoffs. Bateu duas vezes o Flamengo: 90 a 85 e 85 a 79, no primeiro jogo da final. 

O segredo para o desempenho irretocável vai além do comportamento da equipe em quadra. O torcedor costuma ser um fator de motivação importante para Franca. O Pedrocão deve receber 4 mil pessoas para o quarto jogo da série da final, sendo que apenas 400 torcedores serão do Flamengo.

"Em um momento de final, os conceitos para o bom andamento é repetir o que fizemos ao longo da temporada. É colocar o foco, determinação, disciplina dentro de tudo que trabalhamos diariamente para fazer tudo com muita intensidade, claro, buscando uma vitória para que possamos dar o terceiro passo e alcançar o grande objetivo que temos pela frente", afirmou o técnico Helinho ao Estadão. 

Para Olivinha, do Flamengo, o time terá de repetir o desempenho defensivo do último jogo, quando conseguiu superar Franca no Rio de Janeiro e evitou o título antecipado do rival. A equipe rubro-negra venceu por 81 a 75 e se manteve viva na série final.

"Estão invictos em casa no NBB, é difícil. Mas quem quer ser campeão precisa passar por cima de tudo. Vamos fazer o melhor trabalho possível para sair com uma vitória e isso passa muito pela nossa defesa. Se conseguimos ser fortes neste aspecto, diminuir a pontuação das principais peças da equipe deles, como fizemos no último jogo, acredito muito que conseguimos sair daqui com uma vitória", afirmou Olivinha ao Estadão.

Franca conta com o maior pontuador da competição. Lucas Mariano ostenta uma média de 19 pontos. No jogo citado por Olivinha, como exemplo, o pivô fez apenas nove. Lucas Dias (15,31), Georginho (15,26) e David Jackson (15,1) são os outros jogadores que o Flamengo precisa neutralizar.

"Para ganhar aqui (em Franca), vamos precisar de muito mais do que só tática, vamos precisar de muita vontade. Eles estão jogando ao lado da torcida deles, que sempre lota o ginásio, então vamos com força total, energia, garra e, principalmente, com muita defesa, que foi o que trouxe êxito pra nós ao longo de toda a temporada", afirmou o pivô Rafael Mineiro, do Flamengo, ao Estadão.

Apesar da longa invencibilidade de Franca, o Flamengo vencer o adversário em um jogo decisivo no Pedrocão não seria uma façanha inédita. A equipe rubro-negra foi campeã na temporada 2018-2019 ao conquistar uma vitória por 81 a 72, em um ginásio completamente abarrotado. Além disso, na decisão da Copa Super 8, outro triunfo (79 a 75) com título na casa da equipe paulista. 

O time do técnico Helinho quer fechar esta série o mais rápido possível, mas, mesmo que sofre uma derrota, ainda terá chance de confirmar o título no sábado, novamente em casa. Detalhe: Franca não perdeu duas partidas seguidas na atual temporada do NBB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.