Flamengo vence na 2.ª prorrogação e vai à semi do NBB

Atual campeão terá pela frente o Vivo/Franca, terceiro colocado geral e que eliminou o Pinheiros/Sky nas quartas

AE, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 22h40

O Flamengo sofreu mais do que se esperava na noite desta segunda-feira, mas conseguiu a classificação suada às semifinais do Novo Basquete Brasil (NBB). Em casa e precisando da vitória para fechar a série melhor de cinco partidas contra o São José/Unimed/Vinac por 3 a 0, o atual campeão do torneio só conquistou o triunfo na segunda prorrogação, quando enfim venceu por 95 a 91.

Depois de terminar a fase de classificação na segunda posição, atrás apenas do Universo/BRB/Financeira Brasília, o Flamengo vai encarar agora a equipe do Vivo/Franca, terceira colocada geral e que eliminou o Pinheiros/Sky nas quartas. Na outra semifinal, o Brasília enfrenta o Pitágoras/Minas. Ambos os confrontos serão novamente decididos em séries melhor de cinco jogos.

Para seguir defendendo o título do NBB, o Flamengo entrou em quadra na HSBC Arena com a necessidade de vencer o atual campeão paulista. Como já havia vencido com facilidade no domingo, também em casa, a tarefa não parecia das mais complicadas. Mas o São José mostrou porque conquistou recentemente o estadual de melhor nível do País, fazendo um jogo duro contra o rival carioca.

Sempre no controle do jogo, o time de São José dos Campos só não segurou o ímpeto do Flamengo no último período. Após ficar à frente no placar durante os três primeiros quartos, a equipe paulista viu o clube carioca fazer oito pontos em sequência, sem conseguir reagir. O armador Fúlvio então marcou de três e empatou o confronto em 79 pontos, levando a decisão para a prorrogação, depois que ambos os times erraram seus ataques.

O primeiro tempo extra ficou marcado pelos dois lances livres perdidos por Marcelinho, que vinha bem na partida e ainda terminou como cestinha do confronto, com 35 pontos, além de ter agarrado 16 rebotes. O erro do ala obrigou o seu irmão, o armador Duda, a garantir o novo empate nos últimos segundos, com uma bandeja. Já na segunda prorrogação, o domínio foi todo do Flamengo.

Além do lance decisivo, Duda também foi o segundo melhor pontuador do time carioca, marcando 17 pontos. O pivô Wagner também foi bem e anotou um duplo-duplo de dez pontos e 12 rebotes pelo Flamengo. No São José, Fúlvio foi o grande responsável por quase evitar a eliminação, com seus 30 pontos, seis rebotes e cinco assistências.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBSão JoséFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.