Fora da NBA, Oberto estuda volta à seleção argentina

Aposentado do basquete por conta de um problema cardíaco, o pivô Fabricio Oberto afirmou que quer voltar a atuar pela seleção argentina no Pré-Olímpico das Américas, em Mar del Plata, que acontecerá entre os dias 30 de agosto e 11 de setembro deste ano e classificará duas seleções para a Olimpíada de Londres, em 2012.

AE-AP, Agência Estado

20 de janeiro de 2011 | 15h06

O jogador afirmou que sua meta é jogar "sem risco algum" para sua saúde. Para isso, ele esperará os resultados de exames médicos realizados nos Estados Unidos. Caso sua arritmia cardíaca esteja controlada, ele deverá voltar a atuar.

"Vou realizar alguns testes para ver em que situação me encontro. Se conseguir voltar às quadras, adoraria atuar novamente pela seleção argentina", disse o pivô à rádio Cadena 3, de Córdoba (ARG).

Oberto anunciou sua aposentadoria no dia 4 de novembro de 2010, quando atuava pelo Portland Trail Blazers, em sua sexta temporada na NBA. Também na liga norte-americana, ele passou por San Antonio Spurs e Washington Wizards.

Pela seleção, o jogador fez parte da melhor geração da história do basquete argentino. Ao lado de atletas como Ginóbili, Nocioni, Delfino e Scola, sagrou-se campeão dos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, além de ter ficado com a medalha de prata no Mundial de 2002, nos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteArgentinaFabricio ObertoNBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.