Lucy Nicholson/Reuters
Lucy Nicholson/Reuters

Fotografias inéditas de Kobe Bryant são leiloadas como artigos digitais exclusivos

Imagens da lenda do basquete tiradas para uma revista em 1999 foram transformadas em NFTs, chave eletrônica criptográfica com propriedade única, cada vez mais popular entre colecionadores. Dinheiro arrecadado vai para a caridade

Redação, Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2021 | 14h40

Um dia depois do aniversário de Kobe Bryant, a Cryptograph, empresa de colecionáveis digitais, lançou na noite de terça-feira uma série de oito fotografias nunca antes vistas do astro, que estão sendo leiloadas como NFTs, tokens não fungíveis. Trata-se de uma chave eletrônica criptográfica usada de forma única como opção de investimento e que está cada vez mais popular no meio de colecionadores que buscam propriedades digitais exclusivas.

"Os NFTs podem eternizar e imortalizar", disse Tommy Alastra, co-fundador da Cryptograph. Ainda de acordo com o empresário, todas as receitas das vendas da coleção "KOBE" de NFTs serão destinadas para fins de caridade para a Mamba & Mambacita Sports Foundation.

Bryant posou para as imagens em preto e branco aos 20 anos de idade durante sessão de fotos para uma revista com o fotógrafo Davis Factor. O trabalho de 1999 aconteceu em um armazém abandonado no centro de Los Angeles. "Esta sessão é especial porque você não o vê em uma só camisa", falou Alastra. "Ele é Kobe Bean Bryant. Você pode ver o pai, o filho, o marido aparecendo. É apenas ele, cru, no Kobe diário. É especial... Elas (fotos) são realmente muito bonitas".

Tommy Alastra, produtor e ator que fundou a Cryptograph no ano passado com Hugo McDonaugh, é amigo de longa data de Factor. Ele se encontrou recentemente com o fotógrafo para revisar o projeto do seu livro pessoal, mas se deparou com o acervo de Bryant, que estava arquivado por mais de 20 anos, e sugeriu o projeto.

Davis Factor gostou da ideia desde que 100% das vendas fossem para instituições de caridade, o que Alastra concordou prontamente. "Somos uma empresa com fins lucrativos, mas nos certificamos de que todo criptograma esteja feita de forma filantrópica", explicou ele, que já trabalhou com atores como Jason Momoa e Ashton Kutcher para lançar NFTs com um componente de caridade.

Alastra disse também que a Cryptograph está em contato com a equipe de Bryant, mas o trabalho não é uma parceria oficial. No entanto, ele espera que os oito NFTs continuem arrecadando dinheiro para a Fundação em perpetuidade, já que a empresa irá doar todos os seus rendimentos de vendas secundárias.

Em entrevista via vídeo para o site da empresa, o fotógrafo Davis Factor elogiou muito o ídolo do Los Angeles Lakers, que morreu junto de sua filha Gianna em janeiro de 2020 em um acidente de helicóptero na Califórnia.

"Ele era o atleta mais focado, determinado, inteligente e lindo com quem já trabalhei na época", revelou Factor. "Acho que essa sessão é especial porque é uma de suas primeiras sessões de moda... Eu adoro essas fotos porque mostram um lado de Kobe que você não costuma ver. Ele era jovem, na época, e realmente estava pronto para se jogar e meio que entrar no personagem".

Os NFTs foram colocados em leilão na terça-feira e estarão disponíveis para licitação no site da Cryptograph nas próximas 72 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.