Divugação/NBB
Divugação/NBB

Franca derrota Flamengo, vira série final e fica a uma vitória do título do NBB

O resultado positivo dá ao Franca a possibilidade de levar o título em caso de nova vitória no jogo 4, que acontecerá no próximo sábado, às 14h30, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2019 | 17h18

O Franca está mais perto do título da edição 2018/2019 do NBB (Novo Basquete Brasil). Em um duelo equilibrado no lotado ginásio Pedrocão, com mais de cinco mil torcedores, em Franca (SP), o time do interior paulista derrotou o Flamengo por 77 a 71, neste sábado, para virar a série melhor de cinco da final da competição para 2 a 1.

O resultado positivo dá ao Franca a possibilidade de levar o título em caso de nova vitória no jogo 4, que acontecerá no próximo sábado, às 14h30, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Se o Flamengo vencer em casa, a série volta ao ginásio Pedrocão, em Franca, para o quinto e decisivo duelo exatamente uma semana depois, no dia 8 de junho, no mesmo horário.

A vitória deste sábado foi a 18.ª seguida do Franca em seu ginásio nesta temporada. O time do interior paulista é um dos mais tradicionais do basquete brasileiro. Ostenta 11 títulos nacionais, mas nenhum na era NBB. O último veio já faz 20 anos - foi o tricampeonato de 1997, 1998 e 1999. Já o Flamengo é o maior vencedor da história da liga com cinco conquistas - 2009, 2013, 2014, 2015 e 2016.

Mais uma vez, o ala Lucas Dias foi o nome do jogo pelo Franca. Ele conseguiu um "double-double" (dois dígitos em dois fundamentos), com 18 pontos e 10 rebotes. O armador Alexey também teve ótima atuação, com 16 pontos e cinco assistências, e foi eleito o melhor atleta da partida.

Pelo time rubro-negro, o experiente ala Marquinhos, apagado no jogo 2, realizado na última quinta-feira, se recuperou e foi o cestinha do time, com 16 pontos e sete rebotes. O argentino Franco Balbi e o pivô Anderson Varejão fizeram 13 pontos cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.