Ginóbili diz que deixa seleção argentina após Londres

Maior nome do basquete argentino, Manu Ginóbili já tem data para se aposentar da seleção de seu país. O ala do San Antonio Spurs afirmou neste sábado que sua última competição será a Olimpíada de Londres, em 2012.

AE, Agência Estado

15 de janeiro de 2011 | 12h41

"É muito provável que esse seja meu último campeonato com a seleção. Há muita chance de isso acontecer", disse o jogador, de 33 anos. Ele confirmou presença no pré-olímpico de Mar del lata, em setembro deste ano, que é classificatório para os Jogos na Inglaterra.

Ginóbili defende a Argentina desde 1998 e é uma das principais figuras da "geração de ouro" de seu país, que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada de 2004, em Atenas, a de bronze nos Jogos de 2008, em Pequim, e o vice-campeonato mundial em Indianápolis, em 2002.

Ele desfalcou sua seleção no Mundial de 2010, na Turquia, alegando desgaste físico. Sem Ginóbili, a Argentina foi liderada por Luis Scola, pivô do Houston Rockets, e ficou na quinta colocação.

O argentino está no San Antonio Spurs desde 2002 e tem três títulos da NBA: 2003, 2005 e 2007.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteArgentinaManu Ginóbili

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.