Globetrotters voltam ao Harlem e planejam o futuro

Time exótico de basquete prevê reality show para escolher novo jogador para o plantel

10 de outubro de 2007 | 12h51

A equipe de basquete, Harlem Globetrotters terminou sua turnê mais longa de sua história, e finalmente voltou a jogar no bairro de Harlem, em Nova York, de onde originou-se, pela primeira vez nos últimos 20 anos.   Os Globetrotters, que praticam um basquete animado, voltado simplesmente para o entretenimento, ampliaram seu recorde pessoal ao vencer o Washington Generals por 54 a 50, diante de aproximadamente 500 estudantes do Harlem Armory Center.   Esta foi a terceira vez que a franquia jogou em seu bairro de origem. A primeira vez havia sido no ano de 1968, enquanto o segundo jogo aconteceu no ano de 1987. A partida serviu como preparação para a próxima turnê da equipe, com o nome de "Tão mágico como sempre". Além disso, os jogadores "Special K", "The Blenda" e "Sweet Pea" foram apresentados como novos integrantes do plantel.   "Eu gostei desta equipe", disse Tex Harrison, de 74 anos, que jogou pelos Globetrotters de 1954 a 1972. "Este tipo de evento traz boas recordações que me fazem sentir muito bem", complementou.   Como sempre, os Globetrotters se apresentaram de forma cômica, com jogadas que levantaram o público presente. Com enterradas desconcertantes e um grande espírito esportivo, o time folclórico de basquete agora soma 22.534 vitórias contra apenas 345 derrotas.   De novo no cenário mundial, a equipe, de 81 anos de existência, pensa em criar seu próprio "reality show". "O que buscamos é alguém que queira ser um bom jogador de basquete, um cara divertido e que também seja um bom cidadão", disse Kurt Schneider, chefe-executivo da equipe.   O reality show dos Globetrotters será aberto para qualquer jogador do planeta, que será escolhido durante a turnê que passará por 150 cidades, com término previsto para abril de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteHarlem Globetrotters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.