Pat Sullivan/AP
Pat Sullivan/AP

Harden brilha e Rockets bate Cavaliers na prorrogação

Ala-armador leva a melhor sobre LeBron James em 'duelo particular'

Estadão Conteúdo

02 Março 2015 | 09h09

Houston Rockets e Cleveland Cavaliers se enfrentaram no último domingo no Texas, pela NBA, mas o confronto parecia mais uma disputa pessoal entre James Harden e LeBron James, dois dos principais candidatos ao prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada. Teve provocações de ambos os lados, dribles desconcertantes e até uma agressão do ala/armador do Rockets, além de arremessos incríveis do astro do Cavaliers. Mas no fim, LeBron falhou, Harden agradeceu e o time da casa venceu por 105 a 103, na prorrogação.

O que se viu a partir do terceiro quarto mais parecia uma partida de playoffs. LeBron e Harden decidiram assumir o protagonismo e muitas vezes pareciam ignorar os companheiros. Em diversos momentos, inclusive, um marcou o outro, o que só aumentou a tensão. Harden chegou a deixar a sola do pé em LeBron após ser derrubado, e depois respondeu com um drible desconcertante, que quase levou o adversário ao chão.

Mas LeBron exagerou, chamou demais a responsabilidade e tentou incríveis 35 arremessos, convertendo somente 15. O que impressionou negativamente mesmo foi sua marca nos lances livres: apenas três convertidos em 11 tentados. Dois desses erros aconteceram a poucos segundos para o fim da prorrogação, quando o Cavaliers perdia por um ponto e poderia ficar à frente no placar. Sem tempo para tentar uma nova reação, a equipe acabou derrotada.

Apesar dos erros, LeBron terminou como cestinha do confronto, com 37 pontos, além de oito rebotes, auxiliado pelos 21 pontos de Kevin Love e os 14 pontos e 19 rebotes de Tristan Thompson. Pelo Rockets, destaque para Harden, que anotou 33 pontos e oito rebotes, e Terrence Jones, com 19 pontos.

A vitória deixou o Rockets em terceiro na Conferência Oeste, enquanto o Cavaliers perdeu a chance de ultrapassar o Chicago Bulls na terceira posição do Leste. Isso porque o Bulls perdeu para o Los Angeles Clippers, quinto no Oeste, por 96 a 86, mesmo atuando em casa.

Mais uma vez Chris Paul e DeAndre Jordan foram os responsáveis pela vitória. O armador anotou um "double-double", com 28 pontos e 12 assistências, enquanto o pivô terminou só com nove pontos, mas 26 rebotes. Pelo Bulls, somente o reserva Nikola Mirotic se mostrou em dia inspirado, ao marcar 29 pontos e pegar nove rebotes.

Líder da Conferência Oeste, o Golden State Warriors teve mais trabalho que o esperado, mas conseguiu uma incrível virada para derrotar o Boston Celtics por 106 a 101, fora de casa. O time de Oakland chegou a estar perdendo por 26 pontos, mas se recuperou graças a Stephen Curry, autor de 37 pontos. Klay Thompson ainda contribuiu com 20, mesmo número de Isaiah Thomas, cestinha do rival.

Confira os resultados do domingo na NBA:

Chicago Bulls 86 x 96 Los Angeles Clippers

Cleveland Cavaliers 103 x 105 Houston Rockets

Sacramento Kings 99 x 110 Portland Trail Blazers

Boston Celtics 101 x 106 Golden State Warriors

Indiana Pacers 94 x 74 Philadelphia 76ers

Orlando Magic 83 x 98 Charlotte Hornets

Los Angeles Lakers 101 x 108 Oklahoma City Thunder

Denver Nuggets 92 x 99 New Orleans Pelicans

Acompanhe as partidas da NBA nesta segunda-feira:

Philadelphia 76ers x Toronto Raptors

Brooklyn Nets x Golden State Warriors

Miami Heat x Phoenix Suns

Minnesota Timberwolves x Los Angeles Clippers

Dallas Mavericks x New Orleans Pelicans

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.