Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Andy Clayton-King / AP
Andy Clayton-King / AP

Harden volta a brilhar e Rockets amplia vantagem na liderança da NBA

No Leste, líder Raptors e vice-líder Celtics perdem; Westbrook alcança mais um triple-double

Estadão Conteúdo

19 de março de 2018 | 09h50

Como tem sido recorrente nas últimas semanas, o Houston Rockets venceu na rodada deste domingo na NBA e James Harden foi o maior responsável pelo triunfo. Em grande fase, equipe e jogador brilharam diante do Minnesota Timberwolves na noite deste domingo. Com a vitória por 129 a 120, fora de casa, o Rockets ampliou sua vantagem na competição.

+ LeBron James atinge marca histórica e Cleveland Cavaliers supera o Chicago Bulls

+ Brasileiros vencem os estrangeiros e retomam a coroa no Jogo das Estrelas do NBB

Dono da melhor campanha da temporada regular, o Rockets chegou ao 56º triunfo. Soma ainda 14 derrotas. Com este retrospecto, o time lidera a Conferência Oeste e já tem garantida a vaga nos playoffs. O Timberwolves ainda está na luta, na oitava colocação da mesma tabela, com 40 vitórias e 31 derrotas.

Para sustentar a grande campanha na NBA - foi a 26ª vitória nos últimos 28 jogos disputados -, Harden anotou 34 pontos e foi o cestinha da partida. Ele registrou ainda um "double-double" ao contribuir com 12 assistências. E isso tudo depois de dar um susto na torcida ao reclamar de dores na mão direita no começo do jogo.

Chris Paul também deu sua contribuição para o triunfo fora de casa: 18 pontos, oito rebotes e nove assistências. Clint Capela, por sua vez, anotou um "double-double" de 16 pontos e 16 e 12 rebotes. O brasileiro Nenê não chegou a entrar em quadra neste domingo.

Pelo Timberwolves, Jeff Teague foi o maior destaque, com 23 pontos, seis rebotes e 11 assistências. Com um jogo mais coletivo, o time da casa contou ainda com outros três jogadores anotando ao menos 20 pontos: Andrew Wiggins (21), Karl-Anthony Towns (20) e Jamal Crawford (20).

Pela Conferência Leste, o ex-líder Boston Celtics segue irregular. Desfalcado, foi alvo do New Orleans Pelicans, que vinha de derrota justamente para o Rockets, por 108 a 89. O Pelicans foi liderado por Anthony Davis, com 34 pontos e 11 rebotes. Sem Kyrie Irving, o Celtics foi liderado por Jayson Tatum e seus 23 pontos.

Apesar do tropeço, o Celtics segue na vice-liderança do Leste, com 47 vitórias e 23 derrotas, sem aproveitar o tropeço do líder Toronto Raptors nesta mesma rodada - o Pelicans é o sexto colocado da Conferência Oeste, com 40 triunfos e 30 derrotas.

Jogando em casa, o Raptors não resistiu à boa fase de Russell Westbrook e foi batido por 132 a 125 pelo Oklahoma City Thunder. O astro do Thunder mais uma vez foi decisivo e com um novo "triple-double" (o quinto consecutivo): 37 pontos, 14 assistências e 13 rebotes. Steven Adams contribuiu com 25 pontos, o que foi decisivo para acabar com a série invicta de 11 jogos seguidos do Raptors.

Pelo time da casa, DeMar DeRozan foi o destaque, com 24 pontos. Kyle Lowry anotou um "double-double" de 22 pontos e 10 assistências. O líder da Conferência Leste soma agora 52 vitórias e 18 derrotas, enquanto o Thunder ocupa a quarta posição no lado Oeste, com 43 triunfos e 29 revezes.


Confira os resultados da noite deste domingo:

Toronto Raptors 125 x 132 Oklahoma City Thunder

New Orleans Pelicans 108 x 89 Boston Celtics

Minnesota Timberwolves 120 x 129 Houston Rockets

Los Angeles Clippers 109 x 122 Portland Trail Blazers


Acompanhe os jogos desta segunda-feira:

Cleveland Cavaliers x Milwaukee Bucks

Indiana Pacers x Los Angeles Lakers

Philadelphia 76ers x Charlotte Hornets

Brooklyn Nets x Memphis Grizzlies

Miami Heat x Denver Nuggets

New York Knicks x Chicago Bulls

San Antonio Spurs x Golden State Warriors

Sacramento Kings x Detroit Pistons

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.