Hawks vencem mais uma dos Magic pelos playoffs da NBA

Time de Atlanta têm a vantagem de 3 a 1 e viajam para Orlando para jogar na terça

Efe

25 de abril de 2011 | 08h38

ATLANTA - Com um bom trabalho realizado pelos alas-armadores Jamal Crawford e Joe Johnson junto com o trabalho defensivo do pivô dominicano Al Horford o Atlanta Hawks venceu na noite deste domingo pelo placar de 88 a 85 o Orlando Magic, na quarta partida dos playoffs da Conferência Leste da NBA.

Crawford marcou 25 pontos e deu seis assistências, enquanto Johnson converteu 20, incluindo os últimos dez que conseguiram dos Hawks no quarto quarto.

Johnson salvou a terceira vitória na série melhor de sete com quatro pontos nos últimos dez segundos.

Os Hawks têm a vantagem de 3 a 1 e viajam para Orlando para, na terça-feira, disputar no Amway Center o quinto jogo, que será sua primeira oportunidade de conseguir a classificação para as semifinais da competição.

De novo, Horford, embora não tenha conseguido ganhar o duelo individual com o pivô Dwight Howard, a grande figura dos Magic, fez um grande trabalho de equipe ao conseguir um double-double de 14 pontos e 12 rebotes.

O pivô dominicano também protagonizou a última jogada defensiva da partida quando tirou a bola do ala Hedo Turkoglu, que a recuperou, mas já não teve tempo para tentar a cesta de três com a qual queria forçar a prorrogação.

Também graças ao grande trabalho de Horford no garrafão, os Hawks superaram os Magic ao conseguir 44 rebotes contra 43 da equipe de Orlando.

Como equipe, os Hawks também foram melhores que os Magic ao conseguir 47% de acerto nos arremessos de quadra, 40% (6-15) de arremessos de três e 60% (12-20) nos lances livres.

Mais uma vez, Howard foi o destaque dos Magic ao conseguir um double-double de 29 pontos, 17 rebotes e dois tocos.

O ala-armador Gilbert Arenas converteu 20 pontos, compensando a ausência do titular Jason Richardson, penalizado com um jogo de suspensão da mesma forma que o pivô georgiano, dos Hawks, Zaza Pachulia, pelo incidente que ocorreu no terceiro encontro quando ambos trocaram pancadas.

Os Magic tiveram apenas 28% de acerto nos arremessos de quadra ao converter 12 de 43 no primeiro tempo e só no segundo melhoraram as coisas, mas os 16 pontos de vantagem que tinham conseguido os Hawks no final serviram para lhes assegurar a vitória.

Veja também:

link Garnett e Rondo garantem Celtics nas semifinais do Leste da NBA

link Liderado por armador reserva, Sixers evitam 'varrida' contra o Heat

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteAtlanta HawksOrlando MagicNBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.