Heat bate Bucks e abre 3 a 0 nos playoffs da NBA

Atual campeão e principal favorito à conquista da NBA nesta temporada, o Miami Heat não quer dar chance para uma zebra. Mesmo na casa do adversário, o time da Flórida venceu novamente o Milwaukee Bucks na quinta-feira, desta vez por 104 a 91, abriu 3 a 0 na série melhor de sete e precisa apenas de mais um triunfo para avançar nos playoffs da NBA. A vaga pode vir já neste domingo, quando as equipes voltam a se enfrentar em Milwaukee.

AE, Agência Estado

26 de abril de 2013 | 08h49

Apesar da vitória do Heat, foi o Bucks que começou melhor e abriu vantagem no primeiro quarto, que venceu por 30 a 21. A partir daí, no entanto, os mandantes não mantiveram o ritmo e sucumbiram à pressão do time de Miami, que aproveitou a deficiência do banco de reservas do adversário e impôs seu ritmo para virar o jogo e disparar no placar.

A principal razão para essa virada foi a grande atuação de Ray Allen, que marcou 23 pontos e foi o cestinha da partida. A noite era toda do ala, que acertou cinco arremessos de três pontos e, assim, passou Reggie Miller como jogador com mais bolas de três na história dos playoffs. LeBron James ainda contribuiu com 22 pontos e Chris Bosh anotou 16 pontos e 14 rebotes. Larry Sanders foi o destaque do Bucks, com 16 pontos e 11 rebotes.

Se o Heat abriu 3 a 0 e encaminhou a vaga, o Memphis Grizzlies aproveitou o fato de atuar em casa e diminuiu a desvantagem diante do Los Angeles Clippers para 2 a 1, com a vitória por 94 a 82. Zach Randolph foi o destaque em quadra e terminou com 27 pontos e 11 rebotes.

O jogo de garrafão do Grizzlies foi imposto diante do Clippers, que não encontrava resposta para ele. Companheiro de Randolph, Marc Gasol também se destacou ao anotar 16 pontos e oito rebotes. Já o time de Los Angeles viu Chris Paul (oito pontos) em dia irreconhecível e acabou tendo em Blake Griffin (16 pontos) seu único destaque.

Ainda na quinta, o Chicago Bulls fez sua primeira partida em casa diante do Brooklyn Nets e virou a série para 2 a 1, em mais uma vitória suada, por 79 a 76. C.J. Watson ainda teve a chance de empatar o jogo com um arremessos de três, sozinho, mas a bola sequer tocou o aro.

O Bulls novamente abusou de sua força defensiva e da entrega de seus jogadores para sair com a vitória, mas, no ataque, quem garantia os pontos eram Carlos Boozer (22 pontos e 16 rebotes) e Luol Deng (21 pontos e 10 rebotes). Pelo Nets, Brook Lopez (22 pontos e nove rebotes) e Deron Williams (18 pontos) foram responsáveis por manter a equipe no jogo até o fim, o que não foi suficiente para sair com a vitória.

Os playoffs da NBA têm sequência nesta sexta-feira com três partidas. Perdendo por 2 a 0, o Boston Celtics faz sua primeira partida em casa diante do New York Knicks, precisando da vitória para se manter na briga. Mesma situação do Los Angeles Lakers, que recebe o San Antonio Spurs. Embalado pela vitória no Colorado, o Golden State Warriors recebe o Denver Nuggets podendo virar a série para 2 a 1.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAMiami HeatMilwaukee Bucks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.