Heat bate Thunder e fica a uma vitória do título da NBA

O Miami Heat está a uma vitória de seu segundo título na NBA. A equipe, que conquistou o primeiro na temporada 2005/2006, derrotou o Oklahoma City Thunder por 104 a 98, na noite da última terça-feira, abriu 3 a 1 na série melhor de sete das finais e será campeão se vencer a quinta partida, nesta quinta-feira, em Miami.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2012 | 08h50

No que depender do retrospecto, o título está nas mãos da equipe da Flórida, já que nunca na história da NBA um time foi derrotado após abrir 3 a 1 nas finais. O Heat, no entanto, perdeu LeBron James nos últimos minutos da partida da última terça e, apesar de ele garantir que atuará no jogo 5, ainda não se sabe a gravidade da lesão.

Ao contrário do que aconteceu nas outras partidas da série, o Oklahoma City começou melhor o jogo 4 e abriu 17 pontos de vantagem logo no primeiro quarto. No entanto, já no segundo período, o Heat encontrou seu jogo e, com ótima exibição de Mario Chalmers, acabou com a vantagem do adversário.

No terceiro quarto, LeBron James e Dwyane Wade marcaram dez pontos cada um e lideraram a virada do Heat. No período final, justamente quando o Thunder voltava a equilibrar o jogo, LeBron deixou a quadra com um problema na perna esquerda. Depois de pouco mais de um minuto fora, o astro voltou no sacrifício e acertou uma bola de três decisiva que recolocou o time da casa na frente. Nervoso, o Thunder cometeu erros no final e deixou a vitória nas mãos do adversário.

Nem mesmo a grande atuação de Russell Westbrook foi capaz de evitar a derrota do time de Oklahoma City. O armador anotou 43 pontos, seu máximo em um jogo de playoff na carreira, além de sete rebotes e cinco assistências, mas cometeu uma falta desnecessária no final do jogo, quando a equipe buscava a reação. Kevin Durant também teve boa atuação (28 pontos), mas o restante do time pouco produziu, incluindo James Harden, que mais uma vez esteve apagado e marcou apenas oito pontos.

Pelo lado do Heat, LeBron James e Dwyane Wade mais uma vez foram os destaques, mas dessa vez contaram com uma grande contribuição de Mario Chalmers. LeBron foi o cestinha da equipe, com 26 pontos, além de 12 assistências e nove rebotes, enquanto Wade e Chalmers anotaram 25 pontos cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.