Heat vence Pelicans na prorrogação na rodada de Natal da NBA

O primeiro jogo da rodada de Natal da NBA na temporada 2015/2016 teve baixo nível técnico, mas muita emoção. Miami Heat e New Orleans Pelicans protagonizaram um duelo em que as defesas de ambos os lados imperaram, mas no fim o time da Flórida se aproveitou do fato de atuar em casa e venceu na prorrogação, por 94 a 88.

Estadão Conteúdo

25 de dezembro de 2015 | 18h05

O grande cestinha da partida foi Chris Bosh, autor de 30 pontos, sendo sete deles na prorrogação, além de 10 rebotes. Quem também cresceu de produção na prorrogação e ajudou o Heat a sair com o triunfo foi Dwyane Wade, que marcou seis pontos no tempo extra e 19 no total.

Do lado do Pelicans, mais uma vez o destaque ficou por conta de Anthony Davis, autor de 29 pontos e 15 rebotes. Ryan Anderson deixou o banco para contribuir com 18 pontos, sendo nove em bolas de três, e Eric Gordon ainda somou 16, mas não foi o suficiente.

O confronto aliás, foi dominado pelo Heat durante os três primeiros períodos. A equipe da casa abriu uma confortável liderança de 12 pontos logo no primeiro quarto, viu o Pelicans reagir no segundo, mas voltou a disparar no terceiro a recolocou a vantagem em dois dígitos: 63 a 52.

Só que no período final, Eric Gordon e Anthony Davis tomaram conta da partida. A defesa do Pelicans também se intensificou e a vantagem foi caindo. A cinco minutos para o fim, após uma sequência de 14 a 2, a equipe empatou. Pouco depois, passou à frente pela primeira vez na partida.

O confronto foi para a prorrogação, mas aí Wade e Bosh dominaram e não deram chances ao adversário para levar o Heat à 17.ª vitória na temporada, na terceira colocação da Conferência Leste. O Pelicans tem somente nove e é o penúltimo do Oeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.