Newton Nogueira/Franca Basquete
Newton Nogueira/Franca Basquete

Helinho e Gustavinho serão os técnicos do Jogo das Estrelas do NBB

Treinador de Franca vai comandar o NBB Brasil e o do Flamengo, o NBB Mundo, no evento em 9 de fevereiro, no Pedrocão

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2019 | 04h30

Helinho, do Sesi/Franca, e Gustavo De Conti, do Flamengo, serão os treinadores do NBB Brasil e do NBB Mundo, respectivamente, no Jogo das Estrelas de 2019. A partida festiva acontece no dia 9 de fevereiro, no ginásio Pedrocão, em Franca.

A escolha dos técnicos for por uma votação que contou com a participação de técnicos e capitães dos 14 times do NBB, além de imprensa especializada e personalidades do basquete. 

Cada categoria teve um peso diferente na escolha: os votos dos técnicos representaram 50% do resultado final, os dos capitães e assistentes 20%, enquanto que as escolhas da imprensa e personalidades do basquete somaram 30%.

Helinho recebeu 52 votos (18,7% do total) e foi o mais votado. O treinador de Franca vai para sua segunda participação consecutiva no Jogo das Estrelas, a primeira como técnico principal - foi assistente do NBB Mundo na edição anterior.

Segundo mais votado, Gustavo De Conti, que recebeu 37 votos (13,3%), foi convocado para o evento festivo pela quarta vez, a terceira como treinador principal. No ano passado, ainda como técnico do Paulistano, ele comandou o NBB Brasil na vitória por 130 a 121. Agora será o comandante do NBB Mundo.

O assistente técnico de Helinho no NBB Brasil será Régis Marrelli. O treinador do Paulistano recebeu 36 votos (12,9% do total) e faz sua terceira aparição no Jogo das Estrelas. 

Por fim, Léo Figueiró, do Botafogo, recebeu o mesmo número de votos de Marelli e foi chamado logo em sua primeira temporada como técnico principal no NBB. O treinador, que será o auxiliar de Gustavinho no NBB Mundo, entrou para a história da competição como primeiro a conseguir tal feito. 

EQUIPES

Os elencos que serão comandados por Helinho e Gustavinho foram definidos de uma maneira um pouco diferente nesta edição. Em novo formato, cada equipe teve um trio de capitães definido pela Liga Nacional de Basquete e eles escolheram os outros nove atletas.

Pelo NBB Brasil, Alex (Bauru), Leandrinho (Minas) e Varejão (Flamengo) escolheram Yago (Paulistano), Gegê (Minas), Cauê Borges (Botafogo), Didi (Franca), Marquinhos (Flamengo), Léo Meindl (Paulistano), Lucas Dias (Franca), Hettsheimeir (Franca) e JP Batista (Mogi).

Já Shamell (Mogi), Fuller (Corinthians) e David Jackson (Franca) definiram o NBB Mundo com: Balbi (Flamengo), Dawkins (Pinheiros), Jamaal (Botafogo), Bennett (Pinheiros), Graham (Brasília), Enzo Ruiz (Bauru), Coleman (Minas), Nesbitt (Flamengo) e Graterol (Brasília).

Os titulares são definidos em votação popular até o dia 1º de fevereiro, pelo site jogodasestrelas.lnb.com.br

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
NBB [Novo Basquete Brasil]basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.