Hornets vencem Lakers e empatam série dos playoffs na NBA

NOVA ORLEANS - O armador Chris Paul brilhou nos playoffs da Conferência Oeste da NBA ao conseguir um triple-double monumental que permitiu ao New Orleans Hornets vencer por 93 a 88 o Los Angeles Lakers no quarto jogo da série melhor de sete, na noite deste domingo em jogo realizado no New Orleans Arena.

Efe

25 de abril de 2011 | 08h41

Paul marcou 27 pontos, deu 15 assistência e pegou 13 rebotes para ser o grande destaque dos Hornets e da partida que deixou a sua equipe com a segunda vitória da eliminatória, empatada agora em 2 a 2.

Embora os Lakers tenham recuperado a vantagem de campo, agora disputarão pelo menos seis partidas e a quinto será no Staples Center, de Los Angeles, na próxima terça-feira.

Paul não parou durante toda a partida, embora sua equipe não tenha começado bem, ficando atrás do placar.

Mas seu trabalho e a do resto da equipe, especialmente do ala de origem dominicana Trevor Ariza, ex-jogador dos Lakers, permitiu-lhes recuperar o controle do placar e do jogo.

No quarto quarto, começaram a superar a defesa dos Lakers e abriram oito pontos de vantagem (79-71) a sete minutos do final do jogo.

Os Lakers reagiram com o ala-armador Kobe Bryant e a dois minutos para o final, os bicampeões da competição já estavam a apenas três tantos abaixo (83-80).

A 39 segundos do final o ala-pivô Lamar Odom, nos lances livres, conseguiu dois pontos que deixou a parcial em 88 a 86.

Tudo estava pronto para os Lakers conseguissem o ataque final para virar o placar e conseguir a vitória.

Nada disso aconteceu porque o armador reserva Jarrett Jack que nos últimos 33 segundos marcou cinco winners para os Hornets, os únicos que apresentou em todo o jogo.

Antes, Paul também tinha anotado 14 de seus 24 pontos no quarto período, enquanto Ariza conseguiu 19 para ser o segundo cestinha da equipe, além de pegar seis rebotes e dar duas assistências.

O ala-pivô Carl Landry os apoiou com 16 pontos, capturou sete rebotes e também ajudou a equipe de Nova Orleans a dominar nesse quesito com 39 bolas capturadas no garrafão contra 32 dos Lakers.

Bryant desta vez não conseguiu comandar os Lakers e seus 17 pontos estiveram muito abaixo do que a equipe necessita de sua contribuição para conseguir ganhar os jogos que estão igualados no placar.

O escolta dos Lakers, que converteu cinco de 18 arremessos de quadra, errou três tentativas de cestas de três, acertou sete de nove lances livres, deu oito assistências e pegou seis rebotes.

Se Bryant não foi a estrela dominante, o ala-pivô espanhol Pau Gasol também não apareceu muito no jogo do garrafão e embora tenha feito 16 pontos, no final seus quatro rebotes não foram fator decisivo.

O pivô Andrew Bynum marcou 11 pontos e pegou nove rebotes, deu três tocos e conseguiu uma roubada de bola, que também não foi suficiente para evitar a derrota de sua equipe.

Veja também:

link Liderado por armador reserva, Sixers evitam 'varrida' contra o Heat

link Garnett e Rondo garantem Celtics nas semifinais do Leste da NBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.