Howard deixa Lakers e confirma acerto com Rockets

O pivô Dwight Howard anunciou, na noite de sexta-feira, que acertou a sua transferência para o Houston Rockets, após uma rápida e fracassada passagem pelo Los Angeles Lakers. O jogador era um agente livre no mercado da NBA e também despertava o interesse de Dallas Mavericks, Golden State Warriors e Atlanta Hawks, mas acabou optando mesmo pelo Rockets.

AE-AP, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 09h52

"Eu decidi me tornar um membro do Houston Rockets. Eu sinto que é o melhor lugar para mim e estou animado para me juntar ao Rockets. Estou ansioso para uma ótima temporada. Quero agradecer aos fãs em Los Angeles e desejar a eles o melhor", anunciou Howard no seu perfil no Twitter - rede de microblogs na internet.

Contratado pelo Lakers antes do início da temporada 2012/2013 da NBA, o pivô sofreu com lesões, teve desempenho discreto na equipe, que acabou sendo eliminada logo na primeira rodada dos playoffs. A equipe de Los Angeles lamentou, através de nota oficial, a saída de Howard, mas prometeu que vai superar a perda do jogador.

"Fomos informados da decisão de Dwight de não retornar ao Lakers. Naturalmente, estamos desapontados. No entanto, vamos agora avançar em uma direção diferente com o futuro da franquia e, como sempre, faremos nosso melhor para construir a melhor equipe possível, que os grandes fãs do Lakers vão ter orgulho de apoiar. Agradecemos Dwight por sua consideração e por seus esforços com a gente na última temporada. Desejamos-lhe a melhor sorte no restante de sua carreira na NBA", afirmou Mitch Kupchak, diretor-geral do Lakers.

Com a chegada de Howard, o Rockets mantém a tradição de ter pivôs renomados na sua equipe, que já contou, entre outros, com Moses Malone, Hakeem Olajuwon e Yao Ming. Agora, a expectativa é para ver se o trio formado por ele, Jeremy Lin e James Harden terá sucesso.

Com 27 anos, Howard defendeu o Orlando Magic entre 2004 e 2012, até se transferir para o Lakers. O pivô foi campeão olímpico em 2008 pelos Estados Unidos. Ele também foi selecionado sete vezes para participar do All-Star Game da NBA e eleito o melhor defensor da NBA em três oportunidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.