Indefinição nas seleções de basquete

Os técnicos Hélio Rubens Garcia, da seleção masculina, e Antônio Carlos Barbosa, da feminina, não foram confirmados nos cargos pelo presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Gerasime Grego Bozikis. Nesta quarta-feira, o dirigente deixou claro, inclusive, que não gostou dos resultados obtidos recentemente pelos dois times do Brasil no Campeonato Mundial e disse estar em "um momento de reflexão".No comando do time masculino, Hélio Rubens ficou em 8º lugar no Mundial de Indianápolis, nos Estados Unidos, enquanto que a equipe de Antônio Carlos Barbosa terminou o campeonato na Alemanha na 7ª colocação - nos dois últimos mundiais e olimpíadas, as meninas nunca tinham ficado abaixo do quarto lugar.Mas o presidente da CBB mantém sua confiança no planejamento para a próxima temporada. "Em todas as competições internacionais, as seleções brasileiras entram para disputar as primeiras colocações", afirmou o dirigente.O ano de 2003 será de muita atividade para as duas seleções, que disputarão o Campeonato Sul-Americano, os Jogos Pan-Americanos, os torneios Pré-Olímpicos, os Jogos Desafio e a Copa CBB 70 Anos.Gerazime Bozikis conta que a CBB já oficializou junto à Confederação Pan-Americana de Basquete (COPABA) o pedido para sediar os torneios Pré-Olímpicos de 2003. Na competição masculina, que será realizada em agosto, serão três vagas em jogo. Já na feminina, em setembro, as seleções do continente disputarão uma vaga (os EUA já estão classificados).Quanto ao Mundial Feminino de 2006, que terá o Brasil como sede, o presidente da CBB lembrou que o País já sediou sete Campeonatos Mundiais e disse que know-how e infra-estrutura não serão problema. "Hoje atendemos às necessidades básicas, que são transporte, alimentação, rede hoteleira e telecomunicações", afirmou o dirigente, ressaltando que os ginásios do Ibirapuera (São Paulo) e Maracanãzinho (Rio) deverão ser reformados para a disputa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.