Inglês é o 1.º jogador da NBA a assumir homossexualidade

Numa revelação que já começou a repercutir no mundo da NBA, o inglês John Amaechi, de 36 anos, se tornou o primeiro jogador a atuar na liga profissional norte-americana de basquete a assumir publicamente a sua homossexualidade. Com passagens sem destaque por Cleveland Cavaliers, Utah Jazz e Orlando Magic em cinco temporadas, Amaechi resolveu se assumir num livro que conta a sua história. "Man in the Middle" (Homem no Meio, em tradução livre) será lançado no final deste mês pela ESPN Books.Filho de pai nigeriano, Amaechi nasceu nos Estados Unidos, mas foi criado desde criança na Inglaterra, onde hoje é conhecido como uma personalidade de TV. Na NBA, o jogador declarou que teve alguns problemas com colegas, especialmente quando atuou pelo Utah Jazz. De acordo com o inglês, o ala/pivô Karl Malone (hoje aposentado) era xenófobo e o técnico Jerry Sloan o odiava. "Eu nunca percebi nada e todos os mais de 100 jogadores que treinei aqui em Utah, em mais de 19 temporadas, foram tratados da mesma maneira por mim", afirmou Sloan.Além de Amaechi, poucos jogadores assumiram publicamente a homossexualidade. Nos Estados Unidos estão os casos de Greg Louganis, cinco vezes medalhista olímpico nos saltos ornamentais, a tenista Martina Navratilova, o jogador de futebol americano Esera Tuaolo e o jogador de beisebol Billy Bean. Na Europa, o caso mais famoso é o da tenista francesa Amelie Mauresmo, atual número 3 do ranking mundial da WTA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.