Irmão de Varejão participa das negociações com o Cleveland

Sandro Varejão vira pupilo do agente de seu irmão e engrossa coro por contrato de R$ 18 milhões anuais

22 de outubro de 2007 | 19h29

A novela da renovação do pivô brasileiro, Anderson Varejão, com o Cleveland Cavaliers, ganha um personagem a cada dia, e desta vez é o irmão do jogador, Sandro Varejão, velho conhecido do basquetebol brasileiro.   De acordo com o jornal de Cleveland, Akron Beacon Journal, em sua edição desta segunda-feira, Sandro tem sido treinado pelo agente Dan Fegan, que cuida da carreira de Anderson Varejão, para gerenciar carreiras de futuras promessas brasileiras.   Tendo tal panorama em vista, o jornal norte-americano acredita que Anderson Varejão sabe sobre todos os detalhes do contrato de renovação, já que seu irmão foi instruído por Fegan, e seria esta a razão pela qual o gerente-geral do Cleveland Cavaliers, o ex-jogador Danny Ferry, viajou ao Brasil para conversar pessoalmente com os irmãos Varejão, sem sucesso aparente.   Ferry pensou que poderia acertar o contrato mais vantajoso para o time de Cleveland, mas encontrou resistência por parte de Sandro, que manteve a proposta de Dan Fegan, que seria um contrato a longo prazo, e no valor mínimo de U$ 10 milhões (aproximadamente R$ 18 milhões).   Tendo o irmão, além de Dan Fegan, como agente, Anderson espera por um bom contrato na NBA, já que teria propostas de outro clubes. Além disso, o brasileiro conta com o apoio da estrela do Cleveland, LeBron James, que pediu à diretoria da franquia para resolver o quanto antes a renovação do contrato do amigo, que participou da campanha que levou o clube à final da NBA do ano passado, perdendo por 4 jogos a 0 para o San Antonio Spurs.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.