Tony Gutierrez / AP Photo
Tony Gutierrez / AP Photo

Irving faz 47 pontos, Celtics vence na prorrogação e emplaca 16ª vitória seguida

Com "double-double" de Kevin Love, Cavaliers vencem a quinta seguida

Estadão Conteúdo

21 Novembro 2017 | 10h18

O Boston Celtics sofreu para confirmar favoritismo diante do Dallas Mavericks, mas venceu o adversário fora de casa, por 110 a 102, em jogo decidido apenas na prorrogação, em um dos 11 duelos da rodada da noite desta segunda-feira pela temporada regular da NBA.

+ Warriors sofre, mas segura Nets no fim e vence mais uma na NBA

+ Seleção de basquete faz 1º treino no Chile e Varejão celebra retorno

Com o triunfo, conquistado principalmente graças a uma grande atuação de Kyrie Irving, autor de 47 pontos, sendo dez deles contabilizados no tempo extra, a equipe de Massachusetts emplacou a sua 16ª vitória seguida e disparou ainda mais na liderança da Conferência Leste da liga de basquete dos Estados Unidos, na qual só foi superada nos dois primeiros duelos de sua campanha.

Já o Mavericks, lanterna da Conferência Oeste, amargou a sua 15ª derrota em 18 confrontos. E a equipe texana se viu muito próxima de quebrar a invencibilidade do Celtics, que chegou a estar perdendo por 13 pontos de diferença no último período do duelo, mas reagiu para ampliar a sua grande fase.

Essa é, por sinal, a quarta maior série de vitórias seguidas do time de Boston na história da NBA, sendo que o recorde de triunfos consecutivos da franquia foi alcançado em 2008, com 19 partidas sem derrotas.

 

Para ampliar sua série invicta, o Celtics contou com um inspirado Kyrie Irving fazendo a sua maior pontuação pelo seu novo time, que ele passou a defender após ter deixado o Cleveland Cavaliers após o final da temporada passada. Ainda usando uma máscara para proteger o rosto, que sofreu uma fratura recentemente, o astro foi disparado o cestinha deste duelo em Dallas. Com a mão "calibrada", acertou 16 de 22 arremessos de quadra, converteu cinco de sete tiros da linha dos três e dez de 11 lances livres. Para completar, ajudou o seu time ainda com seis assistências e três rebotes.

Pelo lado do Mavericks, Harrison Barnes foi o maior cestinha, com 31 pontos, mas não conseguiu converter um arremesso decisivo no finzinho do quarto período, quando o placar estava empatado por 96 a 96 e ele teve a chance de dar a vitória ao time da casa.

CAVALIERS ENGRENA

Se o Celtics segue imbatível, o Cleveland Cavaliers engrenou de vez nesta temporada regular e nesta rodada de segunda-feira à noite deu uma prova de força ao arrasar o Detroit Pistons por 116 a 88, também fora de casa, em resultado que o garantiu na quarta posição da Conferência Oeste, com dez triunfos em 17 partidas.

Após um início de campanha instável, os atuais vice-campeões da NBA acumularam a quinta vitória seguida e esfriaram o bom momento que vinha sendo atravessado pelo Pistons, que é o terceiro colocado do Oeste, agora com seis derrotas em 17 jogos. Assim, a equipe de Detroit agora também está atrás do Toronto Raptors, vice-líder desta conferência, com 11 vitórias em 16 duelos.

Kevin Love, com um "double-double" de 19 pontos e 11 rebotes, foi o principal destaque do triunfo do Cavaliers, que contou com o astro LeBron James fazendo 18 pontos, sendo 16 deles já no primeiro período do confronto, do qual acabou sendo poupado de todo o último quarto após os visitantes abrirem larga vantagem no placar. Antes disso, ele também ajudou a sua equipe com oito assistências e dois rebotes.

Já o Pistons exibiu um desempenho ofensivo muito fraco, com Tobias Harris sendo o maior cestinha do time, com apenas 11 pontos.

Em outro duelo da rodada desta segunda-feira, o San Antonio Spurs derrotou o Atlanta Hawks por 96 a 85, em casa, e se garantiu na terceira posição do Oeste, agora com 11 vitórias em 17 jogos. Houston Rockets e Golden State Warriors, que não atuaram nesta segunda, dividem o topo da conferência.

Lamarcus Aldridge, com 22 pontos e 11 rebotes, foi o grande nome do triunfo da equipe texana, enquanto o Hawks teve o suplente John Collins se destacando com 21 pontos e nove rebotes. Porém, ele não conseguiu evitar a 14ª derrota em 17 partidas da equipe de Atlanta, que segura a lanterna do Leste.

Também pela rodada desta segunda-feira, o New Orleans Pelicans contou com 36 pontos de Anthony Davis para superar o Oklahoma City Thunder por 114 a 107, em casa. Pelo lado dos visitantes, Russell Westbrook fez um "triple-double" de 22 pontos, 16 rebotes e 11 assistências, mas acabou caindo junto com a sua equipe, nona colocada do Oeste, agora com nove derrotas em 16 jogos. O Pelicans vem pouco acima, em sétimo, com nove vitórias em 17 confrontos.

Apenas um jogo será realizado nesta terça-feira por esta temporada regular da NBA. Atuando em casa, o Los Angeles Lakers enfrentará o Chicago Bulls em confronto que começará às 22h30 (no horário local) e 1h30 da madrugada desta quarta-feira (no horário de Brasília).

 

Confira os resultados da rodada desta segunda-feira:

Charlotte Hornets 118 x 102 Minnesota Timberwolves

Detroit Pistons 88 x 116 Cleveland Cavaliers

Orlando Magic 97 x 105 Indiana Pacers

Philadelphia 76ers 107 x 86 Utah Jazz

New York Knicks 107 x 85 Los Angeles Clippers

Memphis Grizzlies 92 x 100 Portland Trail Blazers

Milwaukee Bucks 88 x 99 Washington Wizards

New Orleans Pelicans 114 x 107 Oklahoma City Thunder

Dallas Mavericks 102 x 110 Boston Celtics

San Antonio Spurs 96 x 85 Atlanta Hawks

Sacramento Kings 98 x 114 Denver Nuggets

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.