Itália retira pedido por convite ao Mundial de Basquete

Com desistência, crescem as chances de o Brasil ser chamado a participar da competição

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2014 | 21h12

ROMA - A Federação Italiana de Basquete (FIP, na sigla em italiano) decidiu neste sábado retirar o seu pedido para ganhar um dos convites da Fiba (Federação Internacional de Basquete) para o Mundial masculino da modalidade, que vai acontecer na Espanha, entre agosto e setembro. Com isso, crescem as chances de o Brasil ser chamado a participar da competição.

"A diretoria da FIP, levando em conta o relatório do presidente (Giovanni ) Petrucci, decidiu, por unanimidade, retirar o pedido pelo wild card para o Mundial de Basquete de 2014. Entre as razões está o fato de que o preço da entrada é muito alto", diz o texto, que explica as decisões tomadas pelo conselho nacional da federação.

A decisão italiana vem na mesma semana em que um dos principais jornais esportivos local, o Corriere dello Sport, publicou que Grécia, China e Brasil seriam os agraciados com os convites da Fiba. E que a Turquia disputa a quarta vaga com Itália e Rússia, tendo a preferência porque tem patrocinadores fortes e receberá o Mundial Feminino.

A Fiba reservou quatro vagas no próximo Mundial para "convites" que estão diretamente relacionados a uma quantia em dinheiro. Cada seleção que não conseguiu a vaga na quadra precisava apresentar um pedido, com argumentos, e com uma "doação" à Fiba. A definição do valor foi feita por cada confederação nacional.

No total, 15 países apresentaram pedido: Bósnia-Herzegovina, Brasil, Canadá, China, Finlândia, Alemanha, Grécia, Israel, Itália, Nigéria, Polônia, Catar, Rússia, Turquia e Venezuela. A decisão será tomada no dia 1º de fevereiro e não há limites por continente. Por questões técnicas, Polônia, Catar, Finlândia e Nigéria já parecem descartados.

O Brasil não revelou o valor oferecido à Fiba e anexou ao pedido cartas dos principais jogadores do País (Nenê, Varejão, Leandrinho e Splitter) garantindo que participariam do Mundial em caso de convite.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteMundial de Basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.