Janeth dá receita para Brasil classificar

Pensamento positivo, motivação e confiança essa é a receita da ala Janeth para que a seleção brasileira feminina de basquete ganhe o Pré-Olímpico do México, entre os dias 17 e 21, e assegure a única vaga em disputa para os Jogos Olímpicos de Atenas. A atleta disse nesta quarta-feira, durante o início dos treinamentos no Rio, que considera Cuba, Canadá e Argentina os principais adversários do Brasil. A viagem para Culiacán está prevista para domingo."Temos que jogar com confiança e tranqüilidade, porque garra e vontade não vão faltar", disse Janeth. "Vamos juntar a minha experiência, com a da Helen (armadora) e a da Alessandra (pivô) para termos um bom time. Com certeza, estamos entre os melhores do mundo."A "pressão" pela conquista da vaga a Atenas não incomoda Janeth. Para a atleta, o fato de a seleção masculina não ter obtido uma vaga não aumentou em nada a responsabilidade das mulheres. "A cobrança já existe de nossa parte", frisou.Para o técnico Antônio Carlos Barbosa, o mais importante será a seleção entrar em quadra consciente de que tem condições de vencer os adversários. Ele explicou que não vê problemas de adaptação tanto de Janeth quanto de Helen, que se apresentou na semana passada, porque ambas são experientes."Estamos precisando acertar somente alguns detalhes. Treinar arremessos, controlar a ansiedade, são ajustes que jogadoras experientes como Janeth e Helen irão ser fundamentais no apoio as mais jovens", afirmou Barbosa. O treinador destacou o bom rendimento da equipe durante a excursão realizada à Europa no início do mês, quando o time venceu cinco jogos dos oito disputados.No Pré-Olímpico, o Brasil está no grupo A, ao lado de Chile, adversário de estréia no dia 18, e México, com quem joga no dia seguinte. Já a chave B é formada por Argentina, Canadá, Cuba e República Dominicana. Classificam-se para a segunda fase os dois primeiros de cada grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.