Janeth já sonha com os Jogos de Pequim

A Seleção Brasileira Feminina de Basquete desembarcou nesta terça-feira em São Paulo com a taça do Torneio Pré-Olímpico do México e a vaga para a Olimpíada de Atenas/2004. Na bagagem, a ala Janeth também trouxe uma placa de homenagem à melhor jogadora da competição ? que lhe rendeu ânimo para sonhar já com os Jogos Olímpicos de Pequim, daqui cinco anos. ?Não sei se Atenas vai ser a última olimpíada, não. Pensar daqui cinco anos, quando eu estiver com 39, é complicado. Mas depois de ser escolida a melhor jogadora das Américas nesse torneio sinto-me muito bem, em ótima fase na carreira?, analisou. Embora esteja empolgada com o bom momento na carreira, a jogadora segue cautelosa. ?Por enquanto prefiro pensar na Olimpíada de Atenas e no Mundial de 2006, que vai ser no Brasil?, assinalou Janeth, que admite ter vontade de disputar os Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, e a Olimpíada na China, em 2008. Quando saiu do Brasil para o México, a jogadora afirmava que ela e as companheiras tinham 99% de chances de conquistar a vaga olímpica. Nesta terça, estava aliviada. ?O desafio era bem grande, sempre buscamos estar no auge e sabíamos que seríamos pressionadas. Mas nosso trabalho foi forte, a preparação do grupo fopi muito boa nesta temporada ? eu mesma procuro fazer sempre o melhor desde que comecei a jogar pela Seleção, há 17 anos?, disse. Janeth saiu direto da WNBA (a Liga Profissional Norte-Americana), onde há sete anos joga pelo Houston Comets, e viajou para o México. Ela não estava com o grupo que conquistou o Sul-Americano, no Equador, e o bronze no Pan de São Domingos. Quando chegou para integrar o grupo, as companheiras comemoraram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.