Jazz vencem primeiro confronto contra os Rockets

Trio formado por Andrei Kirilenko, Carlos Boozer e Deron Williams ajuda o time de Utha a vencer por 93 a 82

EFE

20 de abril de 2008 | 10h51

Não houve milagre no Toyota Center para o Houston Rockets que viu como o trio formado pelo russo Andrei Kirilenko, Carlos Boozer e Deron Williams deram a superioridade o tempo todo ao Utah Jazz, que venceu por 93 a 82 a primeira partida eliminatória da fase final da NBA, os chamados playoffs.   A vitória deixou o Jazz com 1 a 0 e agora com a vantagem de quadra que antes pertencia ao Rockets, que terá a oportunidade de empatar a série de melhor de sete quando na segunda-feira os dois times se enfrentam de novo no Toyota Center.   A história da temporada passada também na primeira rodada se repetiu, com o Jazz que foi sempre melhor equipe que o Rockets e, além disso, teve também três jogadores que se destacaram.   Os 24 triunfos do Jazz durante a temporada regular fora de casa não foram produto da casualidade, mas do bom jogo da equipe de Jerry Sloan quando pressiona com sua defesa.   Kirilenko foi o fator surpresa da partida com 21 pontos. Boozer foi inigualável sob os aros, e o demonstrou ao conseguir um double-double com 20 pontos, 16 rebotes e três assistências.   Williams foi o cérebro e comandante do Jazz ao converter 20 pontos e dar 10 assistências.   O ala Shane Battier com 22 pontos foi o destaque no ataque do Rockets, que desta vez sentiu as ausências do pivô chinês Yao Ming, para o jogo aéreo, e do armador Rafer Alston, o especialista nas cestas de três pontos.   O ala novato argentino Luis Scola foi o que mais força física e garra teve pelo Rockets, mas seu double-double de 14 pontos e 13 rebotes não foi suficiente para evitar a derrota do seu time, em sua primeira partida da fase final como profissional.   Scola jogou 37 minutos e marcou 6 de 15 arremessos de quadra e 2 de 5 lances livres, recuperando duas bolas.   O fator negativo para o Rockets foi a fraca atuação que teve o veterano armador Bobby Jackson, que entrou no lugar do lesionado Rafer Alston e protagonizou uma das piores atuações desde que chegou à equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
NBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.