Melissa Majchrzak/AFP
Melissa Majchrzak/AFP

Jerry Sloan, técnico de Stockton e Malone, no Utah Jazz, morre aos 78 anos

Quarto treinador mais vitorioso da história da NBA sofria de doença de Parkinson e de demência corporal

Redação, Estadão Conteúdo

22 de maio de 2020 | 13h50

Técnico do Utah Jazz por 23 temporadas, Jerry Sloan, que comandou o time em duas finais da NBA (1997 e 1998), morreu, nesta sexta-feira, aos 78 anos de idade. Integrante do Hall da Fama do Basquete desde 2009, Sloan sofria da doença de Parkinson e de Demência Corporal de Lewy.

Sloan dirigiu jogadores como o armador John Stockton e o pivô Karl Malone e só não ganhou o título, pois teve como adversário o Chicago Bulls, de Michael Jordan. Ele somou 1.221 vitórias na carreira, sendo o quarto mais vitorioso da história da principal liga norte-americana de basquete.

Sloan trabalhou 34 anos no Utah Jazz, onde desempenhou as funções de treinador, assistente e consultor sênior de basquete. Em 1984, ele foi promovido a assistente de Frank Layden em 1984 e tornou-se o sexto técnico da história da franquia, em 9 de dezembro de 1988, após a demissão de Layden.

"Com Stockton e Malone como jogadores, Jerry Sloan simbolizou a nossa organização", disse o Utah Jazz em comunicado oficial em suas redes sociais. "Ele fará muita falta."

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteUtah JazzJerry Sloan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.