Jogador 'bad boy' da NBA é negociado com o Houston Rockets

Ron Artest deixa o Sacramento Kings e jogará ao lado de estrelas como Tracy McGrady e o chinês Yao Ming

Redação,

30 de julho de 2008 | 16h03

Famoso por seu temperamento agressivo, o ala Ron Artest jogará a próxima temporada da NBA pelo Houston Rockets, que, através de uma troca de certa forma simplória, conseguiu tirar o atleta do Sacramento Kings. Para contar com Artest, de 28 anos, os Rockets deram sua primeira escolha no Draft da NBA deste ano, Donte Greene, além do armador Bobby Jackson, que retorna ao time que se destacou no começo deste século, assim como a primeira escolha do Draft de 2009.A troca foi considerada justa para ambos. O time de Sacramento queria se ver livre do salário de Artest, que gira em torno de R$ 11,8 milhões, para remontar a equipe para a temporada 2009/10.Artest, que obteve médias de 20,5 pontos e 5,8 rebotes na última temporada, chega para compor o time titular dos Rockets, que sentiram, e muito, a ausência do chinês Yao Ming nos Playoffs da NBA por causa de uma fratura no tornozelo esquerdo por estresse. "Sinto-me com se estivesse numa loja de doces", disse o jogador ao saber do acordo.A expectativa da direção dos Rockets é montar um time parecido com o campeão Boston Celtics, tendo a tríade Tracy McGrady, Artest e Ming. Juntamente com jogadores como Shane Battier e Rafer Alston, os Rockets entram na próxima temporada lutando, ao menos, pelo título da Conferência Oeste, que pertence ao Los Angeles Lakers que, inclusive, queria Artest para a próxima temporada, mas não encontrou uma boa maneira para realizar a troca.MÁS RECORDAÇÕESApesar de seu atletismo, Ron Artest é mais conhecido por sua conduta nada discreta dentro e fora de quadra. No dia 19 de novembro de 2004, Artest - jogando pelo Indiana Pacers - protagonizou um dos piores momentos da história da NBA. Tentando desdenhar de uma marcação da arbitragem na partida contra o Detroit Pistons, o jogador se deitou na mesa da arbitragem e narração e levou um copo na cara de um torcedor, iniciando uma briga generalizada.A briga custou o restante da temporada para o jogador, que foi suspenso severamente pela NBA como exemplo. Sem clima nos Pacers por causa do acontecido, Artest foi trocado para o Sacramento Kings, no começo de 2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.