Jogador de basquete americano morre na Arábia Saudita

Marvin Stone, de 26 anos, sofreu um ataque do coração no intervalo da partida de seu time, o Ittihad Jedah

EFE

02 de abril de 2008 | 13h28

O jogador de basquete americano Marvin Stone, de 26 anos, da equipe saudita Ittihad Jeddah, sofreu um ataque do coração e morreu durante o intervalo de uma partida na Arábia Saudita. Segundo explicou seu companheiro de equipe Mahmoud Abdul-Rauf, ex-Denver Nuggets, o treinador estava dando instruções à equipe no vestuário do ginásio do Jiddah, durante o intervalo da partida da equipe contra o Ohud, quando Stone desmaiou subitamente. "Todos pensavam que estava tendo um ataque epilético. Eu massageei sua cabeça para que se acalmasse, e outros companheiros jogaram água na sua cara. Depois o levaram para o hospital", disse. A equipe decidiu continuar a partida depois que Stone foi transferido para o hospital da cidade de Jiddah. "Tínhamos a convicção de que as coisas ficariam bem. A vida continua, e queríamos entrar em quadra com a esperança de ganhar por ele", afirmou Abdul-Rauf. Ao fim da partida, os companheiros de Stone souberam que o jogador havia falecido. Aparentemente, o americano sofreu um ataque do coração, segundo revelou Kenny Klein, porta-voz da Universidade de Louisville, na qual Stone se formou nos Estados Unidos. Marvin Stone vinha jogando basquete profissionalmente fora de seu país. Segundo seu agente, Hirant Manakian, antes de assinar contrato com o Ittihad, o desportista havia jogado por uma equipe do Chipre.

Tudo o que sabemos sobre:
mortes no esporteNBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.