Divulgação/Paulistano
Divulgação/Paulistano

Jogador de basquete do Paulistano é o primeiro caso de coronavírus em atleta no Brasil

Infectado se recupera em isolamento dentro de casa após ter sido atendido em hospital da capital

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2020 | 13h15

O Brasil registrou nesta quinta-feira o primeiro caso do novo coronavírus em um atleta profissional. O Paulistano, que disputa a Liga Nacional de Basquete, divulgou comunicado em que confirma a contaminação pela doença em um jogador do elenco. Sem divulgar o nome, o time anunciou que após ser internado, o paciente recebeu alta, passa bem e tem se recuperado em casa.

O jogador começou a sentir tosse e falta de ar no dia 13 de março. Dois dias depois, apresentou pioras dos sintomas, ao ter febre alta. Logo após ele foi encaminhado ao Hospital Beneficência Portuguesa, onde foi isolado e submetido a uma série de exames. O resultado positivo para o contágio com o novo coronavírus saiu na noite de terça-feira.

O Paulistano disse em nota que todos os integrantes da comissão técnica, demais jogadores e funcionários do clube que tiveram contato com o atleta infectado entraram em quarentena e estão isolados. Mesmo antes da confirmação da contágio, a diretoria havia determinado o fechamento da sede do clube e cancelado os treinos das equipes profissionais.

Antes desse caso no Brasil, o esporte mundial registrou confirmações de atletas com o novo coronavírus em várias modalidades. Na NBA, o primeiro infectado foi o francês Rudy Gobert. No futebol da Espanha e da Itália, alguns clubes confirmaram ter até mais de um jogador com a doença, como foi o caso do Valencia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.