Jogador do Celtics é ameaçado de morte em Chicago

O armador Tony Allen, do Boston Celtics, recebeu marcação forte durante o terceiro jogo de sua equipe diante do Chicago Bulls, na quinta-feira, em Chicago, pelos playoffs da NBA. A marcação, no entanto, foi feita por seguranças, já que o atleta tem recebido ameaças de morte.

AE, Agencia Estado

24 de abril de 2009 | 14h43

O jogador, que é de Chicago, se envolveu numa briga em agosto de 2005 na porta de um restaurante na cidade. Allen foi declarado inocente, mas, nesta temporada, tem recebido ameaças de morte - quando vai para Chicago - que deixaram a direção do Boston Celtics preocupada, pedindo mais seguranças para a partida no United Center, na principal cidade do estado de Illinois.

Tony Allen, que tem um papel secundário na equipe do Boston Celtics, jogou apenas nove minutos na vitória do time por 107 a 86 sobre o Chicago Bulls, e sequer marcou pontos. Após a partida, ninguém da diretoria dos Celtics quis se manifestar sobre o problema enfrentado por Allen. Já o atleta apenas retrucou ao se indagado sobre a questão.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBATony Allen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.