Jogador dos Blazers vira carrasco dos mascotes da NBA

Embate entre os bichinhos e Robin Lopez vira atração nas partidas

O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2015 | 16h45

Os tradicionais mascotes da NBA estão sofrendo nas mãos do pivô Robin Lopez. O jogador do Portland Trail Blazers não esconde seu ódio pelos personagens das equipes, que alegram o público durante as partidas.

O atleta declarou guerra depois de seu irmão gêmeo, Brook Lopez, foi alvo de brincadeiras de Hooper, o cavalo mascote do Detroit Pistons, em 2013. Na ocasião, o jogador do Brooklyn Nets liderou um motim contra Hooper, mas Robin não achou que era o suficiente.

Desde então, o gigante de 2,13m de altura sempre arruma alguma desavença quando passa pela capital dos carros nos Estados Unidos. Em clima de solidariedade, os outros mascotes da NBA começaram a provocar Lopez toda vez que ele visita as demais equipes. Este embate passou a ser uma atração à parte nos jogos.

As brincadeiras também se estendem para as redes sociais depois de Moondog, o mascote do Cleveland Cavaliers, aparecer comendo pipoca e declarar grande amizade pelo seu 'irmão Lopez' favorito: Brook. Robin na hora respondeu desejando que Moondog engasgasse.

Os bichos até já organizaram um protesto para que o jogador dos Blazers pare praticar bullying contra os mascotes. Confira o resultado da manifestação.

Tudo o que sabemos sobre:
NBAbasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.