Jogador dos Nuggets acusa Lakers de comprar jogos

Playoffs da NBA desta temporada estão manchados pela desconfiança do público com as arbitragens

Redação,

28 de maio de 2009 | 15h33

As polêmicas arbitragens nos playoffs da NBA não param de gerar comentários e, agora, acusações. Após a derrota por 103 a 94 para o Los Angeles Lakers, no jogo 5 da final da Conferência Oeste, os jogadores do Denver Nuggets ficaram furiosos.

Um deles foi além e, de acordo com o jornal Denver Post, teria afirmado que os Lakers compraram a arbitragem da partida por US$ 50 mil. Para evitar uma punição da NBA, o jogador pediu anonimato.

A afirmação coloca mais pressão sobre a arbitragem, que tem cometido erros em demasia e tem sido acusada de proteger as estrelas como Kobe Bryant, dos Lakers, e LeBron James, do Cleveland Cavaliers. A direção da NBA não se pronunciou a respeito, mas ultimamente tem tido muito trabalho em reverter algumas decisões da arbitragem, principalmente em relação a faltas técnicas e flagrantes.

Em 2007, o árbitro Tim Donaghy confessou, após ser pego pelo FBI, de participar de um esquema de apostas em jogos da NBA. Seu papel era modificar os resultados das partidas de acordo com o desejo pelo grupo clandestino. Donaghy, que foi prontamente expulso do quadro de árbitros da liga, usou a virada dos Lakers sobre o Sacramento Kings, na final do Oeste de 2002, como exemplo de sua atuação. Na ocasião, os Lakers perdiam a série melhor de sete por 3 a 2, mas conseguiu virá-la por causa de algumas faltas estranhas no último período do jogo 6. Hoje, ele cumpri 15 meses de pena, no estado da Flórida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.