Divulgação
Divulgação

Jogadores de Fla e Bauru preveem decisão disputada no NBB

Equipe paulista busca seu primeiro título no torneio

RONALD LINCOLN JR., Estadão Conteúdo

25 de maio de 2015 | 19h53

A equipe do Bauru tentará dar o primeiro passo nesta terça-feira pelo título inédito do NBB contra ninguém menos que o Flamengo, vencedor das duas últimas edições do principal campeonato de basquete do País. A série melhor de três vai ser iniciada no Rio, na HSBC Arena, e decidida na cidade de Marília, já que o ginásio da equipe paulista não comporta a quantidade mínima de público exigida para receber uma final.

Time de melhor campanha na fase classificatória, o Bauru entra em quadra liderado pelo experiente Alex Garcia. O ala já venceu a competição três vezes pelo Brasília, mas, ainda assim, garante que tem gana por mais um título "Estou sempre muito motivado", afirmou. "A rivalidade com o Flamengo vem desde a época em que jogava no Brasília. E isso te faz trabalhar mais, treinar mais e querer melhorar no dia a dia", afirmou em entrevista coletiva no Rio, nesta segunda-feira.

Do outro lado da quadra, o Flamengo vai contar com o também ala Marquinhos, um dos integrantes da equipe nos dois últimos títulos do NBB, e que vive ótima temporada. "Precisamos dar um ''pontapé'' forte e mostrar para o que viemos nesta primeira partida e, depois, vamos poder chegar com mais tranquilidade no segundo jogo", considerou.

As duas equipes se enfrentaram duas vezes na primeira fase da competição, e o Bauru venceu as duas. No entanto, o técnico do Flamengo, José Neto, aposta na evolução de seu time para superar o algoz. "Hoje, estamos mudados, melhoramos em muitos aspectos. O Bauru também tem um time mais sólido do que o que nos venceu. A atmosfera de uma decisão é sempre diferente."

Neto também elogiou a mudança no regulamento, que definiu que o título seria decidido em três partidas, em vez de uma, como foi no passado. "É esportivamente mais justo. Dá a possibilidade da recuperação do time, como uma série de playoff. Foi um avanço esportivo da Liga e temos que nos preparar para isso. Encaramos cada um como um jogo único, é o que eu falo para os meus atletas."

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBFlamengoBauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.