Caio Casagrande/Divulgação
Caio Casagrande/Divulgação

Jogo das Estrelas começa nesta sexta-feira com torneios individuais

No sábado, será disputado o jogo entre a seleção dos jogadores brasileiros mais votados contra os estrangeiros

Alessandro Lucchetti - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2014 | 18h21

Atualizado às 20:25

FORTALEZA - O NBB celebra neste fim de semana, em Fortaleza, um dos principais eventos de seu calendário, a sexta edição do Jogo das Estrelas. Nesta sexta-feira os torneios individuais (desafio de habilidades, torneio de três pontos e enterradas) começaram com uma novidade: o Arremesso das Estrelas, com trios formados por ex-jogadores, campeãs do Mundial de 94 e atletas em atividade do NBB (confira abaixo como foi). Amanhã, a partir das 10h, será disputado o jogo entre a seleção dos jogadores brasileiros mais votados (NBB Brasil) contra os estrangeiros (NBB Mundo).

É a primeira vez que o evento chega ao Nordeste, depois de passar por Rio de Janeiro, Uberlândia, Franca (duas vezes) e Brasília. O fato se deve à participação do Basquete Cearense, uma das equipes que têm melhor presença de público na liga. O ginásio Paulo Sarasate deverá receber, segundo estimativa da liga, cerca de sete mil espectadores nesta sexta-feira e mais de oito mil no sábado.

O incansável Nezinho, armador do Uniceub/Brasília, foi o jogador mais votado pelo público entre os brasileiros - recebeu 37,3% dos votos. Amado pelos torcedores do Distrito Federal e odiado pelos adversários, o veterano diz que a verve competitiva vai aflorar no último quarto. "A gente gosta de fazer arremessos e jogadas bonitas no começo. Mas no último quarto o jogo começa a pegar. Nós não gostamos de perder nem no par ou ímpar".

Devon Hardin, norte-americano que é ídolo do Basquete Cearense, lembra que os estrangeiros estarão preparados. "Vai ser divertido jogar esta partida, mas vamos jogar duro no final. Queremos vencer".

Depois de homenagear as campeãs do Mundial de 94 no 20º aniversário da conquista, a Liga Nacional de Basquete pretende fazer uma parceria com a LBF (Liga de Basquete Feminino) para que os trios tenham jogadoras em atividade no principal torneio feminino do país em 2015. 

ARREMESSO DAS ESTRELAS

No torneio "Arremesso das Estrelas", novidade do Jogo das Estrelas 6, a vitória ficou com o trio formado por Roseli, Chuí e seu filho, Cauê, que joga em Franca. Roseli, uma das campeãs mundiais em 94, acertou o arremesso do meio da quadra que selou a vitória. O torneio consistia em acertar arremessos em sete diferentes posições da quadra. Acertando em uma posição, a equipe passava para a posição seguinte. A vitória ficou com o trio que passou por todas as posições em menos tempo. O trio de Roseli concluiu em 1min05.

Cada equipe era formada por um ex-jogador, uma jogadora da seleção brasileira que foi campeã mundial há 20 anos e um atleta em atividade de algum time do NBB.

Em segundo lugar ficou o trio formado por Marcel, medalha de bronze no Mundial de 78, seu genro Guilherme Giovannoni, que é ala-pivô de Brasília, e Helen. Eles concluíramo percurso em 1min15.

Tudo o que sabemos sobre:
BasqueteNBBJogo das Estrelas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.