Jordan acha que precisa treinar mais

O maior jogador de basquete de todos os tempos saiu da quadra, em sua reestréia oficial na NBA, com a constatação de que precisa treinar mais. Michael Jordan admitiu: sentiu o peso da idade e da inexperiência de seus companheiros no Washington Wizards na derrota para o New York Knicks - que ainda assim só ganhou por dois pontos de diferença (93 a 91) -, na terça-feira à noite, no Madison Square Garden, na rodada que abriu a temporada 2001/2002. Nesta quinta-feira, o time de Jordan vai a Atlanta enfrentar os Hawks (transmissão ao vivo da ESPN Internacional, às 22h30).Jordan poderia ter levado o jogo para a prorrogação, mas errou dois lances capitais no último minuto da partida. Primeiro, um arremesso de três pontos; depois, um passe que resultou em um contra-ataque dos Knicks. No final da partida, ele admitiu que os mais de 40 meses de aposentadoria estão pesando. "A diferença é que estou um pouco mais velho. O jogo, meus companheiros e o modo como atuei também foram diferentes. Sinto que ainda tenho uma boa visão de jogo, mas percebi que preciso treinar mais os arremessos. Eles saíram meio fracos - baixos ou curtos."O jogo dividiu a atenção da mídia esportiva com o terceiro jogo da final do beisebol, entre o New York Yankees e o Arizona Diamondbacks, que teve a "participação" do presidente George W. Bush, que fez o arremesso inicial.O clima ainda foi de medo e emoção, por causa dos atentados terroristas em 11 de setembro. Todos os quase 20 mil torcedores foram revistados com detectores de metal, dentre eles o presidente da liga, David Stern. Foi cancelada a entrada tradicional dos times na NBA, com os jogadores sendo anunciados um a um pelo sistema de som. Os jogadores ficaram perfilados nos dois cantos da quadra, acompanhados de bombeiros e policiais.Jessica DeRubbio, filha de um bombeiro que pertencia a uma companhia dizimada pelos ataques terroristas no World Trade Center, sentou na primeira fila, em cadeira leiloada pelo diretor de cinema Spike Lee, oferecida pelo comprador anônimo, que pagou mais de US$ 100 mil, à garota.Mais de 600 jornalistas foram credenciados - o triplo de uma partida normal de início de temporada. Pela primeira vez, também, um jogo da NBA foi ao ar ao vivo pela BBC inglesa.Evolução - A inexperiência do time é outro motivo para Jordan acreditar que o time pode ficar entre os melhores da NBA. "Nós temos alguns jogadores mais experientes, como o Chris Laettner (que jogou no Dream Team de 1992), mas a maioria é de garotos. Acho que eles vão ter um processo de aprendizado rápido", disse.Doug Collins, técnico do Wizards, elogiou Jordan. "Vocês conhecem Michael. Ele é sempre competitivo e uma derrota assim deixa ele frustrado. Ele foi bem, apesar de ter errado tantos arremessos."

Agencia Estado,

31 de outubro de 2001 | 20h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.