Jordan: "Não tenho medo do desafio"

Em sua primeira entrevista desde que anunciou (por fax) seu retorno às quadras, na semana passada, Michael Jordan explicou porque resolveu voltar à NBA aos 38 anos de idade. ?Sentia um comichão para regressar e queria assegurar que isso não me molestasse pelo resto da vida?, justificou o maior jogador de basquete de todos os tempos, que irá defender o Washington Wizards. ?Não tenho medo de assumir o desafio?, avisou ele.Jordan irá começar os treinos com a equipe de Washington nesta terça-feira. A sua reestréia na NBA está marcada para o dia 30, contra o New York Knicks, no Madison Square Garden. Apesar de ter sofrido algumas contusões durante os treinos que fez para recuperar a forma, como fratura da costela e tendinite no joelho, Jordan garantiu estar ?cem por cento fisicamente?. Mais do que isso: acredita que terá condições de disputar todos os 82 jogos da temporada regular da liga norte-americana.Seis vezes campeão da NBA, pelo Chicago Bulls, e reconhecido como o melhor jogador da história, Michael Jordan admitiu que terá de ser paciente no seu retorno. ?Não espero marcar 40 ou 50 pontos na primeira partida?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.