Jordan pode defender os Wizards

Depois de muitos comentários baseados apenas em especulações, a volta da super estrela Michael Jordan às quadras de basquete ganhou um padrinho de peso: o dono majoritário do Washington Wizards, Abe Pollin, anunciou hoje que existe a possibilidade de "Air" Jordan defender o time da Divisão do Atlântico da Liga Profissional dos Estados Unidos (NBA) na próxima temporada. "Ele vai decidir se é capaz de voltar a jogar num nível que o satisfaça", declarou o dirigente ao jornal Washington Post.O possível retorno de Jordan, dono minoritário e diretor de Operações de Basquete do Washington, começou a ser discutido com maior intensidade no mês passado, quando o jogador do Chicago Bulls passou a treinar com os atletas dos Wizards.Aos 38 anos, Jordan diz que voltou aos treinos para fazer condicionamento físico e perder os quilos extras que ganhou desde que decidiu abandonar as quadras, há três anos. Na oportunidade, chegou a dizer que a possibilidade de continuar "aposentado" era de 99,9%.O jogador parou com o esporte pela primeira vez em 1993, depois de conquistar três títulos da NBA. Tentou carreira no beisebol, sem sucesso. Em 1995, voltou a defender o Chicago, ajudando o time a ganhar mais três títulos.Apesar dos desmentidos, um de seus amigos mais próximos, o também ex-jogador Charles Barkley, que agora trabalha como comentarista de televisão, acredita no retorno. Ele até brinca. "Poderíamos jogar os dois juntos no Washington no ano que vem", disse Barkley. O dono do time vibrou com a idéia. "Seria uma opção muito interessante."O Washington Wizards ocupa a última colocação na Divisão do Atlântico, com 18 vitórias e 59 derrotas. A campanha só não é pior do que a do Chicago Bulls e do Golden State Warriors.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.