Karl Malone decide se aposentar

Karl Malone, um dos maiores jogadores de basquete da história, decidiu parar de jogar. Aos 41 anos, o ala-pivô marcou uma entrevista coletiva para domingo, quando irá comunicar oficialmente a sua aposentadoria. Recuperando-se de uma cirurgia no joelho, ele estava sem time desde que deixou o Los Angeles Lakers no final da temporada passada da NBA.Com 36.928 pontos na carreira, Karl Malone é o segundo maior cestinha da história da NBA, atrás apenas de Kareem Abdul-Jabbar (38.387). Mas deixa a liga norte-americana de basquete sem conquistar nenhum título.Foram 18 temporadas seguidas no Utah Jazz, onde fez uma dupla inesquecível com o armador John Stockton. Chegou perto do título da NBA, mas perdeu duas finais para o Chicago Bulls de Michael Jordan (96/97 e 97/98). Na temporada passada, Karl Malone aceitou uma redução drástica de salário (de US$ 19 milhões para US$ 1,5 milhão anuais) para se juntar ao então tricampeão Los Angeles Lakers, de Kobe Bryant e Shaquille O?Neal. Mas o ?sacrifício? para ganhar um título não deu certo: foi vice novamente, após derrota para o Detroit Pistons.Depois da temporada passada, Karl Malone sofreu cirurgia no joelho direito. Por isso, perdeu o começo do campeonato. Mas já está recuperado e, inclusive, tem treinado para manter a forma. Foi sondado até para defender o San Antonio Spurs. Karl Malone deixa as quadras, mas seu nome ficará na história da NBA. Antes do último ano nos Lakers, tinha médias de mais de 25 pontos e 10 rebotes por jogo. Também foi eleito o melhor jogador da liga nas temporadas 96/97 e 98/99. E participou 14 vezes do Jogo das Estrelas. Sua maior conquista foi o bicampeonato olímpico em Barcelona/92 e Atlanta/96, quando integrou o Dream Team.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2005 | 18h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.