Kelly se dividirá entre EUA e Europa

A pivô Kelly vai reforçar o time das jogadoras brasileiras que defendem a seleção brasileira e vão disputar a temporada 2005 da WNBA, a liga de basquete feminina dos Estados Unidos. ?Já houve acerto verbal e recebi pelo correio o contrato para jogar em Phoenix. Se tudo estiver conforme o combinado, assino e vou enviar o documento amanhã (08)?, disse a jogadora da Itália, onde defende o time do Cari Chiet, da cidade de Chiet.Segundo Kelly, a oportunidade de jogar nos Estados Unidos surgiu por meio da jogadora Brigit Pettis, que atua no Chiet há oito anos e, nesta temporada, vai encerrar a carreira para tornar-se agente. ?Ela falou que o manager do Phoenix Mercury a havia procurado e perguntado sobre mim, querendo saber se eu gostaria de jogar por lá. Disse que sim e, como não tenho agente nos Estados Unidos, só na Europa, passei a ser a primeira cliente da Pettis?, conta a pivô. ?Como a conheço há dois anos e ela mora em Phoenix, isso me deixou mais tranqüila na hora de fechar o acordo.?Kelly afirmou que continuará defendendo o Cari Chiet porque o calendário do basquete europeu não coincide com o da WNBA. Segundo ela, é comum que jogadoras dividam seu tempo entre o basquete da Europa e dos Estados Unidos. ?Temos mais alguns jogos pelo Campeonato Italiano que deve acabar ou dia 20 de abril ou avançar uns 15 dias de maio. Mas o pessoal do Phoenix já está sabendo e todos vão esperar o fim da temporada aqui para eu viajar.? Para tudo estar oficializado, diz Kelly, só falta ler o contrato, o que será feito com a ajuda de Pettis.Das jogadoras da seleção, a pivô Janeth já confirmou participação na próxima temporada da WNBA e outras jogadoras que participaram da competição no ano passado devem se juntar às pivôs.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.