Kathy Willens / AP
Kathy Willens / AP

Kevin Durant brilha em retorno, ajuda o Brooklyn Nets a vencer na NBA e é premiado no Oscar

Pouco depois de entrar em quadra, ala-pivô viu o filme 'Two Distant Strangers', produzido por ele e por Mike Conley, do Utah Jazz, vencer a premiação na categoria melhor curta-metragem

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2021 | 09h52

Kevin Durant viveu uma noite especial neste domingo. Voltando de lesão, o ala-pivô deixou a quadra com uma grande atuação para a vitória do Brooklyn Nets na rodada da NBA e faturou uma estatueta do Oscar. Isso mesmo. Com a bola na mão, ele ajudou os Nets a vencerem o Phoenix Suns por 128 a 119, em Nova York. E, do outro lado dos Estados Unidos, em Los Angeles, seu nome foi premiado na cerimônia das melhores produções do cinema.

Pouco depois de entrar em quadra, Durant viu o filme "Two Distant Strangers", produzido por ele e por Mike Conley, do Utah Jazz, vencerem a premiação na categoria melhor curta-metragem. Há três anos, Kobe Bryant também levara o prêmio com curta de animação "Dear Basketball". A obra foi produzida e também narrada pelo astro falecido no ano passado.

Motivado pela conquista, Durant fez bonito naquilo que é sua especialidade: jogar basquete. Após desfalcar os Nets por três jogos por lesão na coxa, ele voltou com tudo. Mesmo começando no banco de reservas, anotou 33 pontos em 28 minutos. E ajudou Kyrie Irving a comandar a vitória, com o "double-double" de 34 pontos e 12 assistências.

Do outro lado, os Suns tiveram o destaque de Devin Booker, com seus 36 pontos, DeAndre Ayton, com 20 pontos e 13 rebotes, e Torrey Craig, responsável por outros 20 pontos. O duelo foi equilibrado, com 12 alternâncias de liderança no placar. E pode ter sido uma prévia da final da NBA.

Isso porque os Nets lideram a Conferência Leste, com 41 vitórias e 20 derrotas, enquanto os Suns brigam pela primeira posição do Oeste. Estão em segundo lugar, atrás somente do Utah Jazz, com 42 triunfos e 18 derrotas.

Fora da briga pelo título, mas disputando o prêmio de MVP da temporada, Stephen Curry segue em grande ritmo com a camisa do Golden State Warriors. Na noite de domingo, liderou o time de São Francisco na vitória sobre o Sacramento Kings por 117 a 113, em casa. Curry foi decisivo na partida decidida somente nos segundos finais.

Ele foi o cestinha do confronto, com 37 pontos, sendo 21 em cestas de três pontos. E contou com o apoio de Draymond Green, que obteve um "triple-double" de 13 pontos, 14 rebotes e 13 assistências. Os Warriors, dominantes na década passada, ocupam o décimo lugar da Conferência Oeste, com 31 vitórias e 30 derrotas. Os Kings estão em 12º, com 24/36.

Em outro bom jogo da rodada, o Milwaukee Bucks tropeçou novamente, desta vez contra o Atlanta Hawks por 111 a 104, fora de casa. Giannis Antetokounmpo se destacou, com 31 pontos e 14 rebotes, e Khris Middleton contribuiu com 23 pontos e 6 rebotes. Mas a dupla foi ofuscada por Bogdan Bogdanovic (32 pontos) e Lou Williams (15 pontos e seis assistências), pelo time de Atlanta.

Os Bucks ocupam o terceiro lugar do Leste, com 37 triunfos e 23 derrotas. Os Hawks figuram no quinto posto, com 34 vitórias e 27 revezes.

Confira os resultados da noite deste domingo:

Charlotte Hornets 125 x 104 Boston Celtics

Brooklyn Nets 128 x 119 Phoenix Suns

Portland Trail Blazers 113 x 120 Memphis Grizzlies

Washington Wizards 119 x 110 Cleveland Cavaliers

Atlanta Hawks 111 x 104 Milwaukee Bucks

Orlando Magic 112 x 131 Indiana Pacers

Golden State Warriors 117 x 113 Sacramento Kings

Acompanhe os jogos desta segunda-feira:

Detroit Pistons x Atlanta Hawks

Orlando Magic x Los Angeles Lakers

Philadelphia 76ers x Oklahoma City Thunder

Washington Wizards x San Antonio Spurs

New York Knicks x Phoenix Suns

Toronto Raptors x Cleveland Cavaliers

Miami Heat x Chicago Bulls

Minnesota Timberwolves x Utah Jazz

New Orleans Pelicans x Los Angeles Clippers

Denver Nuggets x Memphis Grizzlies

Sacramento Kings x Dallas Mavericks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.