AP
AP

Kobe Bryant aceita convite para ser embaixador de Mundial da China: 'É uma honra'

Aposentado desde 2016, ex-ala tem trajetória brilhante em seus quase 20 anos de carreira no basquete internacional

Estadão Conteúdo

31 Outubro 2018 | 12h42

Aposentado das quadras desde 2016, Kobe Bryant anunciou que será o embaixador global do Mundial de Basquete de 2019, na China. O ex-jogador do Los Angeles Lakers aceitou o convite da Federação Internacional de Basquete (Fiba), que virou parceira do astro.

Kobe divulgou um vídeo em sua conta oficial no Twitter em que aparece com a taça da competição e destaca a participação de alguns países, como o Brasil, Espanha, França, a anfitriã China e o seu país, os Estados Unidos, maior vencedor do torneio, com cinco conquistas.

"Cresci na Itália e visitei a China várias vezes. Sempre apreciei o impacto mundial do basquete para os jovens. Estou honrado com o convite da Fiba e espero que minha participação motive os atletas das 32 seleções em representar seus países. Estou ansioso para saber quem levará o troféu", disse Kobe ao site oficial da Fiba.

Dono de duas medalhas olímpicas e com uma trajetória brilhante em seus quase 20 anos de carreira no basquete internacional, Kobe tem muita influência com o público chinês nas redes sociais. Ele se junta ao chinês Yao Ming como embaixador da competição que será disputada entre 32 seleções.

O sorteio que vai revelar os confrontos do Mundial será realizado em 16 de março, em Shenzhen, com a presença de Kobe. Antes disso, o ex-jogador viajará o mundo a fim de promover o torneio, que começa em 31 de agosto e tem a final marcada para o dia 15 de setembro do ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.