REUTERS/David Swanson
REUTERS/David Swanson

Kobe Bryant e filha ganham estátua em local do acidente dois anos após morte trágica

Na escultura de bronze, de 73 kg, há uma inscrição da famosa citação de Bryant: "Heróis vêm e vão, mas lendas são para sempre"

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2022 | 12h06

Kobe Bryant e a filha Gianna, que tinham respectivamente 41 e 13 anos de idade, ganharam uma homenagem na data que marca exatos dois anos da morte dos dois, e de outras sete pessoas, vítimas de um acidente de helicóptero no dia 26 de janeiro de 2020, na região de Calabasas, em Los Angeles, na Califórnia. A aeronave caiu.

O artista Dan Medina, que mora em Los Angeles, decidiu esculpir pai e filha sorridentes e lado a lado com a pequena Gianna segurando uma bola de basquete - paixão que herdou do astro do Los Angeles Lakers - e Kobe usando a lendária camisa 24 da franquia da Califórnia, pela qual jogou na NBA de 1996 a 2016, quando se aposentou das quadras.

A escultura de Medina foi colocada no local onde o helicóptero que levava Kobe e Gianna caiu, mas ficou lá apenas no dia do aniversário de morte da dupla. Agora, Dan quer entrar com um pedido para conseguir uma permissão para que uma versão em tamanho real da peça possa ser instalada de forma permanente no local.

O artista esteve presente para cumprimentar os fãs que fizeram a caminhada de 2,1 km para prestar homenagem à lenda do basquete. "Isso é tudo por minha conta, ninguém me pediu para fazer nada. Neste dia, segundo aniversário do acidente, decidi trazê-lo do nascer ao pôr do sol e criar um processo de "cura" para os fãs. Hoje (quarta-feira) foi especial porque presenciei muito disso. As pessoas vinham e saíam com algum tipo de satisfação", disse.

Na base da estátua, de bronze e de 73 kg, Medina acrescentou os nomes de todas as nove vítimas que morreram no acidente de helicóptero na encosta de Calabasas. Também inclui uma inscrição da famosa citação de Bryant: "Heróis vêm e vão, mas lendas são para sempre". Além de Gianna, Kobe e Vanessa Bryant, que eram casados desde 2001, tiveram mais três filhas: Natalia, de 19 anos de idade, Bianka, de 5, e Capri, de 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.