Stephen R. Sylvanie/USA Today
Stephen R. Sylvanie/USA Today

Kobe Bryant sabia do risco de voar com helicóptero, afirma irmão do piloto

Vanessa Bryant, viúva do astro da NBA, processou o piloto e a empresa Island Express Holdings

Redação, Estadao Conteudo

12 de maio de 2020 | 17h45

Berge Zobayan, irmão de Ara Zobayan, piloto no acidente de helicóptero que matou Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas no dia 26 de janeiro, enviou documentos de defesa à Suprema Corte da Califórnia, em Los Angeles, em resposta a um processo por morte por negligência movido por Vanessa Bryant, viúva do astro da NBA.

A documentação afirma que Kobe e outros passageiros sabiam dos riscos de voar naquelas condições e foram negligentes. "Essa negligência foi um fator substancial para que os danos sofridos acontecessem, e pelos quais o réu não tem responsabilidade."

Vanessa Bryant processou o piloto e a empresa Island Express Holdings, operado do helicóptero. A viúva alegou que houve negligência por parte de Ara Zobayan ao insistir no voo mesmo com condições meteorológicas adversas.

Em 2015, segundo um relatório da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos, o piloto já havia sido advertido, por voar sob baixa visibilidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.