Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Lakers vão celebrar 15.º título da NBA em desfile nesta quarta

Diretoria da equipe e prefeitura da cidade de Los Angeles esperam mais de um milhão de pessoas nas ruas

Alan Rafael Villaverde, enviado especial do estadao.com.br,

16 de junho de 2009 | 09h23

 LOS ANGELES - A prefeitura da cidade de Los Angeles e a diretoria dos Lakers confirmaram um desfile pelas principais ruas da cidade, assim como shows e apresentação oficial do time campeão no Coliseu, estádio utilizado na Olimpíada de 1984, nesta quarta-feira, a partir das 15 horas (de Brasília), para comemorar a conquista do 15.º título da NBA, vencido após a vitória sobre o Orlando Magic no último domingo para fechar a série final por 4 jogos a 1.

Veja também:

blog BATE-PRONTO - Histórias da cobertura da final

especial NBA - Leia mais sobre o torneio

A festa está orçada em US$ 2 milhões (cerca de R$ 3,9 milhões) e os Lakers pagarão a metade. E, apesar da reclamação formal de sindicatos, a prefeitura deverá pagar pelo restante. O prefeito Antonio Villaraigosa, que tenta superar uma das piores crises na história da cidade californiana, disse que empresários pagarão a parte que cabe à cidade.

CUIDADOS

Após a vitória dos Lakers sobre o Orlando Magic, no domingo, torcedores iniciaram as comemorações na região central da cidade, principalmente na frente do Staples Center, ginásio que abriga a equipe.

As comemorações, no entanto, passaram ao vandalismo em questão de minutos, causando danos à cidade e a proprietários de carros e negócios. A polícia de Los Angeles prendeu 18 pessoas - mais duas na segunda-feira, por roubo durante a celebração. Na confusão, oito policiais foram hospitalizados, mas nenhum corre risco de morte.

Algo parecido aconteceu no primeiro título da era Phil Jackson na equipe, na temporada 1999/2000, quando torcedores quebraram carros e até uma van de uma emissora de televisão, dando à cidade um prejuízo de US$ 750 mil (cerca de R$ 1,4 milhão).

William Bratton, chefe da Polícia de Los Angeles, disse que o vandalismo é obra de algumas gangues da cidade, e que não existe o perigo de que o mesmo se repita nesta quarta-feira, quando, de acordo com estimativas, mais de um milhão de pessoas estarão nas ruas para a celebração.

Tudo o que sabemos sobre:
NBALos Angeles Lakers

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.