Jacob Kupferman / AP
Jacob Kupferman / AP

LaMelo Ball e Anthony Edwards lideram seleção de calouros da temporada da NBA

Tyrese Haliburton, Saddiq Bey e Jae’Sean Tate completam o quinteto ideal entre os novatos da liga

Redação, Estadão Conteúdo

18 de junho de 2021 | 09h53

A NBA anunciou as duas seleções de calouros do ano. Sem surpresas, LaMelo Ball, do Charlotte Hornets, e Anthony Edwards, do Minnesota Timberwolves, foram os mais votados, sendo eleitos de forma unânime. O ala Tyrese Haliburton, do Sacramento Kings, com um voto a menos, completa o primeiro time junto com Saddiq Bey (63 votos), ala do Detroit Pistons, e Jae’Sean Tate (57), ala-pivô do Houston Rockets.

Um painel de 99 jornalistas espalhados pelo mundo montou os times. Para isso não se considerou as posições dos atletas, ou seja, levou-se em conta apenas o total de votos. Os três mais votados foram justamente os finalistas para o prêmio de novato do ano.

LaMelo, terceira escolha do Draft, anotou médias de 15,7 pontos, 6,1 rebotes, 5,9 assistências e 1,6 roubo de bola. E assim levou o título mesmo sem atuar em 21 partidas devido a uma lesão no pulso que o fez passar por cirurgia. Ball foi fundamental na campanha de "play-in" (fase anterior aos playoffs) dos Hornets, assim como se tornou o mais jovem a anotar um "triple-double" (dois dígitos em três fundamentos) na história da liga, aos 19 anos.

Edwards, que foi a primeira escolha, ficou na segunda colocação e foi protagonista dos Timberwolves na segunda metade da temporada. O ala-armador registrou 19,3 pontos, 4,7 rebotes, 2,9 assistências e 1,1 roubo de bola. Enquanto isso, Haliburton, 12.º no Draft, obteve 13 pontos, 5,3 assistências, três rebotes e 1,3 roubo de bola.

Com Isaiah Stewart no segundo time, o Detroit Pistons foi a única franquia com mais de um atleta nas seleções de calouros. Além dele, dois jogadores que atuaram nos playoffs - Immanuel Quickley, do New York Knicks, e Desmond Bane, do Memphis Grizzlies - estão no elenco. Assim como Isaac Okoro, do Cleveland Cavaliers, e Patrick Williams, do Chicago Bulls.

Entre os não selecionados destaca-se o experiente armador argentino Facundo Campazzo, titular do Denver Nuggets nos playoffs e o mais votado fora da lista. Bem como Cole Anthony, que anotou médias de 12,9 pontos, 4,7 rebotes e 4,1 assistências pelo Orlando Magic e obteve dois votos a menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.