Leandrinho garante que estará em boa forma no Mundial

Leandrinho não quis correr riscos e, no fim de janeiro, submeteu-se a uma cirurgia para retirar um cisto do punho direito. Embora tenha ficado ausente de 23 jogos de seu time na NBA, o Phoenix Suns, ele não se arrependeu de ter realizado o procedimento no início do ano. Tudo para estar em plenas condições físicas para defender a seleção brasileira de basquete no Mundial da Turquia, que começa no fim de agosto.

AMANDA ROMANELLI, Agencia Estado

24 de março de 2010 | 20h11

"Valeu a pena ter passado pela cirurgia agora. Eu estava sentindo muita dor, não conseguia treinar direito. Se esperasse mais, certamente isso prejudicaria minha ida para a seleção", afirmou Leandrinho, em entrevista coletiva via telefone, organizada nesta quarta-feira pela liga norte-americana de basquete.

Com pouco tempo de quadra desde que foi liberado para voltar, Leandrinho admite que ainda não está 100%. "Acho que o Alvin (Gentry, técnico do Phoenix Suns) está me poupando, para quando voltar, voltar bem. Estou recuperado fisicamente, mas falta ritmo de jogo", disse o brasileiro.

Para ajudar na preparação para o Mundial, Leandrinho promete continuar treinando nas férias, depois do fim da temporada da NBA - deverá trabalhar em algum clube brasileiro no período. Ele, inclusive, confirmou que pensou em jogar a NBB pelo Londrina, equipe na qual atua seu sobrinho, Eduardo, de 17 anos. Mas a ideia não deu certo.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteLeandrinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.