Leandrinho sofre lesão muscular em derrota do Toronto

O brasileiro Leandrinho sofreu uma lesão muscular na derrota do Toronto Raptors por 101 a 95 para o Detroit Pistons, na noite desta sexta-feira, no Canadá, e pode ficar algumas semanas afastados da temporada regular da NBA. O ala-armador sentiu a coxa direita no final do segundo quarto e teve de deixar a quadra carregado pelos companheiros. Até então, ele havia jogado nove minutos e marcado apenas dois pontos.

AE, Agência Estado

15 de janeiro de 2011 | 09h31

Sem Leandrinho, o time da casa se apoiou no pivô Andrea Bargnani, cestinha do jogo com 31 rebotes - também pegou nove rebotes e três assistências. Mas nem a atuação do italiano evitou a sétima derrota nos últimos dez jogos do Raptors.

O Detroit, por sua vez, contou com boa atuação coletiva para sair de Toronto com a vitória. Cinco jogadores da equipe terminaram com dois dígitos em pontos. Tracy McGrady anotou 22, Rodney Stuckey, 19, Charlie Villanueva, 16, Greg Monroe, 12, e Ben Gordon, 11.

Dono da campanha mais eficiente da NBA, o San Antonio Spurs levou a melhor no clássico do Texas contra o Dallas Mavericks, melhor visitante, ao batê-lo por 101 a 89. O francês Tony Parker e o pivô DeJuan Blair, com 18 pontos cada, foram decisivos para o quinto triunfo seguido dos anfitriões - somou, ao todo, 34 vitórias e seis derrotas. O Dallas mais uma vez sentiu falta de seu principal astro, Dirk Nowitzki, machucado. Das nove partidas em que ficou desfalcado do alemão, o time perdeu sete.

O Chicago Bulls segue no embalo de Derrick Rose, que anotou 29 pontos, sendo 20 no segundo tempo, na vitória por 99 a 86 sobre o Indiana Pacers, fora de casa. O armador ainda pegou dez rebotes - sua melhor marca nesse fundamento na temporada - e distribuiu cinco assistências. Os coadjuvantes do time líder da Divisão Central foram o sudanês Luol Deng, com 17 pontos, e o ala-pivô Carlos Boozer, com 14 pontos. No Pacers, o destaque foi Danny Granger, com 22 pontos.

Outro time que também vive bom momento é o atual bicampeão da liga, o Los Angeles Lakers, que chegou à sétima vitória seguida ao bater o New Jersey Nets por 100 a 88. Kobe Bryant mais uma vez foi o cestinha da equipe da Califórnia, com 27 pontos, seguido do espanhol Pau Gasol, com 20 pontos e nove rebotes. Lamar Odom também se destacou com um duplo-duplo: 14 pontos e 11 rebotes. O cestinha da partida foi Brook Lopez, do Nets, com 35 pontos. Sua equipe, no entanto, conheceu a nona derrota nos últimos dez confrontos.

Com a segunda melhor campanha da temporada, o Boston Celtics encontrou um substituto de peso para Kevin Garnett, desfalque nos últimos nove jogos por contusão. O veterano Shaquille O''Neal, de 38 anos, foi o destaque do time no triunfo por 99 a 94 sobre o Charlotte Bobcats, ao anotar 23 pontos e pegar cinco rebotes. Paul Pierce e Ray Allen marcaram 19 pontos cada, um a mais que Rajon Rondo, que terminou com um duplo-duplo ao também pegar 13 rebotes.

Resultados de 14 de janeiro:

Indiana Pacers 86 x 99 Chicago Bulls

Philadelphia 76ers 95 x 94 Milwaukee Bucks

Toronto Raptors 95 x 101 Detroit Pistons

Boston Celtics 99 x 94 Charlotte Bobcats

New York Knicks 83 x 93 Sacramento Kings

San Antonio Spurs 101 x 89 Dallas Mavericks

Houston Rockets 105 x 110 New Orleans Hornets

Utah Jazz 121 x 99 Cleveland Cavaliers

Golden State Warriors 122 x 112 Los Angeles Clippers

Los Angeles Lakers 100 x 88 New Jersey Nets

Phoenix Suns 115 x 111 Portland Trail Blazers

Jogos de 15 de janeiro:

Atlanta Hawks x Houston Rockets

Washington Wizards x Toronto Raptors

Charlotte Bobcats x New Orleans Hornets

Detroit Pistons x Sacramento Kings

Chicago Bull x Miami Heat

Minnesota Timberwolves x Orlando Magic

Memphis Grizzlies x Dallas Mavericks

Denver Nuggets x Cleveland Cavaliers

Portland Trail Blazers x New Jersey Nets

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBALeandrinhoToronto Raptors

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.